Logo Observador
Casa Branca 2016

Hillary alerta para as “consequências no mundo real” de notícias falsas

159

Numa rara aparição pública, a democrata pediu que sejam tomadas medidas concretas para lidar com as notícias falsas na internet, dizendo que "há vidas em risco. Vidas de pessoas normais".

AFP/Getty Images

Hillary Clinton criticou esta quinta-feira a proliferação de notícias falsas na internet, afirmando que podem ter “consequências no mundo real”. A democrata falou numa rara aparição pública desde a eleição de Trump, durante uma cerimónia de despedida do atual líder do Senado, Harry Reid, onde esteve também o atual vice-presidente dos EUA, Joe Biden.

Referindo-se a um incidente na segunda-feira, em que um homem disparou dentro de uma pizaria em Washington, D.C. após ter lido uma notícia falsa que afirmava que o restaurante estava no centro de uma rede de prostituição infantil organizada por Hillary, a democrata sublinhou que “não é uma questão política ou partidária”. “Há vidas em risco. Vidas de pessoas normais”, afirmou, considerando que a divulgação de notícias falsas se trata de “um perigo, que deve ser tido em conta rapidamente”.

As notícias falsas na internet também foram dadas como uma das explicações para a vitória de Donald Trump, o que levou Mark Zuckerberg a vir negar em público que as histórias falsas partilhadas no Facebook tenham contribuído para o resultado da eleição.

O discurso na cerimónia de homenagem a Harry Reid foi uma das poucas aparições públicas de Clinton desde a derrota na eleição. “Este não era exatamente o discurso no Capitólio que esperava dar depois da eleição. Mas depois de algumas semanas a tirar selfies na floresta, pensei que era uma boa ideia aparecer”, disse.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: jfgomes@observador.pt
Terrorismo

Barcelona: o terror desceu às Ramblas

José Pinto

A explicação para o sucedido em Barcelona está na certeza terrorista de que com um fraco investimento existe elevada probabilidade de sucesso desde que se reunam algumas condições fáceis de alcançar.

Incêndios

Eu vivi um fogo. E vi quem são os heróis

Fernando Leal da Costa

Foi então que os vi. Os populares, como se lhes chama tantas vezes, montados em tratores e pick-ups equipados com depósitos e mangueiras. Chegam e, sem medo, atiram-se ao monstro que crepita fagulhas.