Logo Observador
Caça

Movimento contra a caça à raposa leva petição ao parlamento

2.385

Já conta com 9.800 assinaturas. A petição vai chegar na próxima quinta-feira à Assembleia da República. O movimento contra a caça à raposa teve início em janeiro com cinco membros.

Segundo o movimento, esta prática contou com a morte de mais de 142 mil raposas entre 2005 a 2015

MARIO CRUZ/LUSA

Autor
  • Agência Lusa

A petição que defende a abolição da caça à raposa conta já com 9.800 assinaturas, segundo o movimento de cidadãos que defende o fim desta prática e que vai entregar o documento na quinta-feira na Assembleia da República.

Este movimento teve início em janeiro com cinco membros que se conheceram através da internet e partilhavam as mesmas preocupações ambientais e indignação pelas batidas organizadas para a caça da raposa por todos o país.

O movimento pela abolição defende a falta de existência de bases científicas que suportem e demonstrem um eventual excesso populacional desta espécie, não existindo estudos gerais com censos de raposas em Portugal, e afirmam ser uma “prática cruel e bárbara”, contrária aos esforços de educação ambiental atuais.

Segundo o movimento, esta prática contou com a morte de mais de 142 mil raposas entre 2005 a 2015 e espera ver a petição levada a plenário na Assembleia da República.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt
Política

Já não há vida para além do défice

Rui Ramos

O plano é claro: viabilizar o regime português, não através da iniciativa dos cidadãos em Portugal, mas das transferências europeias, confiando na velha complacência de Bruxelas. 

Crónica

Um certo tempo

Miguel Tamen

O que é dizer uma coisa? Se eu contei um segredo a mim próprio não posso ser acusado de bisbilhotice ou de traição: não disse nada.