O italiano foi despedido do cargo de treinador do Mónaco, abrindo assim a porta à contratação de um novo treinador. “Não vou partir. Estou muito contente aqui e como o clube não me disse nada, nesta altura, vou continuar”, disse Claudio Ranieri à imprensa francesa há apenas dois dias.

Ranieri esteve dois anos no clube monegásco, onde garantiu a subida de divisão em 2012/13 e, após forte investimento, acabou a Liga Francesa em segundo lugar este ano, a nove pontos do campeão PSG.

“O balanço é muito positivo. Isso é evidente quando uma equipa sobe da Segunda Divisão e consegue acabar em segundo lugar e apurar-se para a Liga dos Campeões”, referiu Vadim Vasilyev, o vice-presidente do clube, em conferência de imprensa. O russo garantiu que foi uma “decisão difícil” e que o clube procura agora um treinador com “visão ofensiva”, capaz de oferecer “um bom espectáculo aos seus adeptos”.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

O nome de Leonardo Jardim, o ainda treinador do Sporting, estará no topo da lista da sucessão, segundo um artigo do L’Équipe (15 de Maio).