Portugal é o segundo país da União Europeia com o preço de gás mais elevado, ficando apenas atrás da Bulgária. Na eletricidade, o país surge como o terceiro país onde esta é mais cara, atrás da Alemanha e de Chipre. Estes dados constam de um relatório divulgado esta quarta-feira pelo Eurostat e têm em conta o poder de compra dos países da União.

No período analisado – o segundo semestre de 2013 – Portugal ficou assim entre os três países da União onde a energia é mais cara. No geral, a tendência europeia foi para um aumento das tarifas energéticas desde o segundo semestre de 2012. Portugal até nem aparece listado como um dos países onde se deram os maiores aumentos na eletricidade – que subiu em média 2,8% – mas no gás foi o segundo país onde o aumento foi maior: 9%, apenas suplantado pelos 10% da Roménia.

preco_gas

Um exemplo, em euros: os portugueses pagam hoje 9,30€ por 100 kWh de gás, enquanto os romenos, apesar dos aumentos, pagam apenas 3,10€. É na Suécia que os preços de gás são mais elevados: 12,2€.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

Quanto à eletricidade, não tendo em conta o poder de compra, os preços mais elevados praticam-se na Dinamarca (29,4€ por 100 kWh), na Alemanha (29,2€) e em Chipre (24,8€), todos acima da média da zona euro (20,1€), a qual Portugal ultrapassa ligeiramente (21,3€).

Preço eletricidade