“Mãe coragem”, assim se chama a nova obra do escritor Paulo Sousa Costa, inteiramente dedicada a Dolores Aveiro. O livro, da Matéria-Prima Edições, conta as muitas dificuldades que a mãe do futebolista Cristiano Ronaldo teve de enfrentar ao longo da vida, incluindo a forma como educou os filhos, e vai ser apresentado por um ex-governante do PSD, José Eduardo Martins. O evento acontece à porta fechada, na próxima quarta-feira (16 de julho).

O ex-governante, secretário de estado do Ambiente do Governo de Durão Barroso, fez o anúncio na sua página oficial de Facebook, esclarecendo que, apesar de não conhecer Dolores Aveiro, foi a própria quem o convidou para a respetiva apresentação. Nunca nos cruzámos, não nos conhecemos. Mas foi ela que quis que eu fosse apresentar o livro que conta a história da sua vida”.

k_dolores

Capa do livro “Mãe coragem” – D.R.

 

Para José Eduardo Martins, esta é, muito provavelmente, uma oportunidade única: “Há anos que a felicidade que a vida acabou por dar a esta senhora me encanta”. O encanto descrito deve-se, sobretudo, à “autenticidade” de Dolores, que é nada mais nada menos que um “exemplo”. “Porque há um sentido de justiça na história desta vida que me humedece os olhos e a alma. E eu estou imensamente feliz com isso”, disse na respetiva rede social.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

A obra conta momentos da vida de Dolores Aveiro que, criada num orfanato, “lutou, emigrou, fez tudo o que pôde”, segundo o site da Bertrand. As 248 páginas dão conta um de passado sombrio, incluindo violência familiar, a morte da mãe na infância e a luta contra um cancro, sem esquecer o nascimento da “criança que iria mudar o rumo de todos”.