O cancelamento de 14 voos da TAP previstos para esta semana deveu-se ao “atraso na entrega de novos aviões” para assegurar as rotas programadas e ao “aumento das rotas desde 1 de julho”, confirmou Sérgio Monteiro, secretário de Estado dos Transportes, à Antena 1.

O governante assegurou que o problema “está contido no tempo” e deverá ficar resolvido “até ao final do mês, pois não esperamos em agosto que a situação se mantenha”. Sérgio Monteiro acrescentou ainda que tem estado em contato permanente com a administração da empresa e garante que “não tem nenhuma razão para considerar que há um problema de segurança dentro da TAP”.

A TAP cancelou 14 ligações entre terça e quarta-feira, tendo a maioria origem e destino cidades europeias, o que a companhia atribuiu à falta de aviões para assegurar os voos programados. Para hoje, a TAP cancelou as ligações de Lisboa para Londres (Gatwick), Bruxelas, Gotemburgo e Roma e, no sentido oposto, de Londres e Bruxelas.