A mudança de estação traz com ela as semanas da moda que enchem as capitais de glamour. Chegam os fotógrafos, os bloggers, os modelos e estilistas, quase todas as meninas sonham com o dia em que elas vão estar no centro do espetáculo. Karen Crespo, 31 anos, já passou a idade em que lhe perguntavam ‘o que queres ser quando fores grande?’. Mas, o sonho nunca se tinha tornado realidade. Até à New York Fashion Week deste ano.

O que pode parecer uma história comum a tantas mulheres de sonhos frustrados na área da moda, para Karen esta vitória teve um sabor ainda mais especial. Já passaram quase quatro anos desde que lhe foi diagnosticada uma grave meningite bacteriana, doença com 10% de taxa de sobrevivência. Os médicos amputaram-lhe os braços e as pernas, e a enfermeira nunca mais conseguiu olhar para o seu corpo.

Foi em fevereiro, numa busca na internet, que conheceu a coleção de Carrie Hammer – a primeira estilista a criar roupa para quem anda de cadeira de rodas – decidiu enviar-lhe um email a agradecer ter mostrado ao mundo que “a beleza vem em todas as formas e tamanhos e não há nenhum errado.” contaram as duas protagonistas desta história ao Huffington Post.

https://twitter.com/eulacrei/status/508990569536692224

Esta demonstração de gratidão valeu-lhe um convite para participar no desfile na New York Fashion Week de Carrie Hammer, sob o tema “Role models, Not Runway Models” (Modelos, Não modelos de passerelle). Além deste convite a estilista também a ajudou a conseguir umas próteses novas, uma vez que as primeiras foram roubadas no seu alpendre após terem sido entregues.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

Depois de anos a lutar contra a doença, Karen contou ao Today.com que esta experiência lhe fez ter “uma perspetiva totalmente diferente das coisas. Talvez seja por isso que isto me aconteceu. Talvez seja suposto eu ficar inspirada e fazer a diferença na vida de alguém que também tenha uma deficiência e baixa autoestima.” Hoje as duas estão mutuamente reconhecidas e servem de inspiração uma à outra. Esta foi uma estreia arriscada na NYFW mas que parece ter resultado, o vídeo da história já conta com 26.142 visualizações.