O príncipe Harry viu-se indiretamente envolvido num acidente de viação, esta quarta-feira, enquanto seguia para o Invictus Games, um evento realizado no norte da capital inglesa. O membro da família real não sofreu qualquer ferimento até porque os protagonistas foram outros: um dos seguranças do príncipe, que seguia a alta velocidade numa motorizada, embateu num táxi. A colisão terá sido brutal.

O quarto em linha de sucessão ao trono ficou em estado de choque, conta o Telegraph, enquanto os seus guarda-costas tratavam do motorista inconsciente — teve de ser retirado do local do acidente com a ajuda dos bombeiros — e do polícia da comitiva real, que foi projetado por vários metros de distância.

https://twitter.com/LifestyleAU/status/510261529518678017

De acordo com uma testemunha, o Range Rover onde seguia Harry retirou-se de imediato do local, após a colisão, aparentemente por questões de segurança (o motorista terá pensado tratar-se de um ataque terrorista). O carro parou após alguns metros, quando se percebeu que em causa estava um acidente de viação.

O mesmo espetador, não identificado, diz que Harry ficou no banco de trás do carro — tal qual aconselhado pelos seguranças, segundo contam diferentes meios de comunicação. O príncipe foi ainda visto com as mãos na cabeça e a olhar constantemente para trás, na direção dos homens feridos.

O Daily Mail explica que o motorista ao serviço da casa real já recebeu alta hospitalar, enquanto o outro interveniente se encontra internado mas “estável”. Um porta-voz de Harry comentou a situação na quinta-feira à noite: “O príncipe estava obviamente preocupado e queria ter a certeza de que os homens estavam bem. Ele está aliviado por saber que ambos estão em condições estáveis”.

A Polícia Metropolitana avançou, entretanto, com uma investigação para apurar as razões do acidente ocorrido por volta das 09h40 na Prince Albert Road, perto do zoo de Londres.