Norte

De 6 a 15 de novembro, a música jazz regressa a Guimarães para a 23.ª edição do festival Guimarães Jazz. Ao todo há 12 concertos para ver, de nomes relevantes no panorama jazzístico internacional. Os concertos acontecem no Centro Cultural Vila Flor e na Black Box da Plataforma das Artes e da Criatividade e, esta sexta-feira, por exemplo, é possível ver ao vivo James Carter Organ Trio, às 22h00. No sábado, atuam Adrián Oropeza Trio e Theo Bleckmann. No domingo, apresentam-se a Big Band e Ensemble de Cordas da ESMAE, e o projeto Guimarães Jazz/Porta Jazz.

O Teatro Nacional São João prossegue a incursão pela obra de Samuel Beckett. Esta sexta-feira, às 21h30, estreia, na Sala de Tribunal do Mosteiro de São Bento da Vitória, no Porto, “Caixa 3 Bobina 5 – A Última Bobina de Beckett“. O espetáculo parte de “A Última Bobina de Krapp”, considerada por muitos críticos como a obra mais autobiográfica do dramaturgo irlandês e onde o autor se olha impiedosamente no futuro limiar da morte. O espetáculo, onde se manipula uma marioneta, pode ser visto até 16 de novembro. Os bilhetes custam 12 euros.

Na mesma semana em que edita o terceiro disco, a fadista Carminho sobe ao palco do Coliseu do Porto para apresentar Canto, este sábado às 21h30. Os bilhetes variam entre os 20 e os 40 euros.

Não são os animais favoritos das pessoas, mas não quer dizer que não sejam interessantes. “O Mundo dos Insetos Gigantes” mostra-se na Alfândega do Porto, a partir deste sábado e, até 11 de janeiro de 2015, a organização promete uma exposição com “as mais avançadas técnicas de recriação e tamanhos nunca vistos”. A entrada tem um custo de sete euros para adultos e cinco euros para crianças. O repelente pode ficar em casa.

FL-17895r_770x433_acf_cropped

“Interstellar”, de Christopher Nolan, chegou esta quinta-feira aos cinemas. ©Melinda Sue Gordon

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

Centro

A Festa do Cinema Francês chega esta sexta-feira, pela primeira vez, a São Pedro do Sul. Às 21h30 exibe-se, no Cineteatro Jaime Gralheiro, o filme “Libre et Assoupi”, de Benjamin Guedj. Até domingo há para ver, também, o clássico “Le Schpountz”, de Marcel Pagnol, a aventura de um jovem futebolista em ascensão com “Comme un Lion”, de Samuel Collardey, e dois filmes de animação que farão as delícias dos mais novos: “Le Père Frimas”, de Youri Tcherenkov, e “l’Oeil du loup”, de Hoël Caouissin. Todos os filmes têm entrada gratuita.

Entre sexta-feira e domingo, Belmonte, em Castelo Branco, recebe mais de 20 autores para a primeira edição do Diáspora – Festival Literário de Belmonte, entre os quais Afonso Cruz, André Letria, Bruno Vieira Amaral, Francisco José Viegas e Isabel Stilwell. A organização quer levar a cultura literária a toda a população e também incentivar o gosto pela leitura, sobretudo junto dos mais jovens. Para isso organizou mesas-redondas de debate, exposições, concertos e também visitas às escolas. O melhor é consultar o programa completo.

“Um espectáculo cinematográfico memorável, que dá que pensar ao cérebro e sentir ao coração”. Foi assim que o crítico de cinema Eurico de Barros descreveu o filme “Interstellar“, que estreou esta quinta-feira nos cinemas. Esta viagem a outras galáxias em busca de um planeta com condições para a vida humana mostra o espaço de uma forma realista, recupera a presença dos computadores e os diálogos sobre objetividade versus emoção, máquina versus homem, a fazer lembrar “2001: Odisseia no Espaço”, filme que Stanley Kubrick deu ao mundo em 1968 e cujo realismo e qualidade visual o colocam na lista dos melhores de sempre. Será que “Interstellar” também vai marcar a história do cinema? Só o tempo o dirá. Por agora, o melhor é correr ao cinema mais próximo e assistir ao mais recente filme de Christopher Nolan.

malkovich_10

Uma exposição só com imagens icónicas imitadas por John Malkovich inaugura esta sexta-feira no Estoril. ©Sandro Miller

Sul

De seis em seis meses, há um evento em Lisboa a não perder. Chama-se Open Day e ocupa a Lx Factory durante toda a sexta-feira com inúmeras atividades gratuitas, organizadas pelos vários ocupantes do espaço. Há exposições, intervenções artísticas, uma mostra de cinema da Amazónia, aulas abertas de yoga e artes marciais, workshops,  jogos, descontos e, claro, música ao vivo. A entrada, como sempre, é gratuita.

Lisboa e o Estoril vão estar cheios de estrelas da sétima arte a partir desta sexta-feira. Tudo por causa da oitava edição do Lisbon & Estoril Film Festival, que até ao dia 16 exibe dezenas de filmes, alguns em antestreia, outros em retrospetiva. A organização volta a fazer pontes entre o cinema e outras expressões artísticas, como o teatro e a música e também a moda. Esta sexta-feira, por exemplo, inaugura uma exposição de fotografia em que a estrela é John Malkovich. Em cada imagem, o ator recria figuras como Marilyn Monroe, Alfred Hitchcock e Andy Warhol. No sábado, estará na Fundação Calouste Gulbenkian, na antestreia do filme “As variações de Casanova”, de Michael Sturminger, rodado em Portugal. Além de Malkovich, este ano o festival contará com a presença, por exemplo, dos realizadores Wes Anderson, Abel Ferrara e Philippe Garrel, do ator Willem Dafoe, da atriz Maria de Medeiros e do designer de moda Emanuel Ungaro. O melhor é consultar o programa completo e aproveitar.

O Coro da Gulbenkian está a comemorar meio século de vida e a data merece festejos à altura. Este sábado, às 21h30, protagonizam o concerto “Coimbra: Il seicento em Santa Cruz”, na Igreja de S. Roque, em Lisboa, no âmbito da Temporada “Música em S, Roque”. No domingo, a festa alarga-se a todos num dia de Portas Abertas na Fundação Gulbenkian, com entrada livre sujeita aos lugares disponíveis. Foram convidados vários Coros do país que vão atuar sucessivamente no Grande Auditório a partir do meio da tarde até à noite.

A 18.ª Mostra de Teatro de Almada começou esta sexta-feira. Este ano, o público da Mostra poderá assistir à diversidade de espectáculos de perto de duas dezenas de Companhias e Grupos de Teatro, entre profissionais e amadores, até 23 de novembro. O programa é extenso e pode ser consultado aqui.

Print

Se a chuva convidar a um serão caseiro, sugerimos a companhia do livro inacabado de David Foster Wallace, editado hoje em Portugal.

Atenção gulosos. A Feira do Chocolate vai voltar a ‘adoçar’ a vila de Grândola durante quatro dias, entre quinta-feira e domingo, numa edição do evento que divulga também quatro doces característicos da região. O público vai ser convidado a apreciar a exposição e produção ao vivo de peças artísticas em chocolate ou saborear licores, espetadas de frutas com chocolate, bombons, bolos, crepes e chocolates artesanais, entre outras atrações.

Tudo a olhar para o balão no Alentejo. O 18.º Festival Internacional Rubis Gás Balões de Ar Quente começa no domingo em Alter do Chão, Crato e Fronteira e vai encher o céu com 50 balões coloridos. Os visitantes também vão ser convidados a voar, sem terem de pagar nada pela experiência.

Se a meteorologia não for convidativa a uma saída do conforto do lar, sugerimos um fim de semana de leitura. Esta sexta-feira chegou às livrarias O Rei Pálido (Quetzal, 24,40 euros), o livro inacabado de David Foster Wallace, que se suicidou em 2008, aos 48 anos. O livro foi finalizado pelo editor de Wallace, Michael Pietsch, com a ajuda de páginas e notas que o autor deixou escritas.