Rob Gonsalves, um pintor canadiano, não se deixou afetar pela idade ou, pelo menos, não deixou que os seus olhos fossem afetados. Aos 56 anos, continua com uma “visão de admiração infantil pelo mundo”. Segundo o que o próprio contou ao Independent, é essa visão que lhe permite criar as pinturas para que os outros vejam o mundo pelos seus olhos.

Rob é o que se pode chamar um surrealista. Tal como se pode ler no seu site, há um “realismo mágico” que acompanha todas as suas pinturas que, se vistas com atenção, têm dois mundos lá dentro. Gonsalves conta na página de Facebook que quer celebrar “a imaginação na sua forma mais primária”, ou seja, a dele ou a de quem aprecia as pinturas.

O pintor que já conta com várias exposições pelo mundo deixa, ao jornal inglês, uma espécie de guia para se ver o que pinta e a sua forma de viver: “Muitas das imagens são uma tentativa para mostrar como a imaginação lida com experiências de vida fazendo com que o dia a dia seja extraordinário. Muitas vezes sinto-me inspirado pela natureza, mas também pela arquitetura e gosto de desenvolver ideias que mostrem a conexão entre os diferentes elementos e ambientes.”