John Lennon a fazer um golpe com o cotovelo direito no teclado de um piano elétrico, tal como o cantor Jerry Lee Lewis, seu herói, tinha feito. A imagem diz respeito à interpretação dos Beatles da canção “I’m Down”, em Portland, 1965. Mick Jagger descontraído, à beira da piscina, a analisar a contracapa do novo disco de Bob Dylan na altura, “Bringing It All Back Home”. Registo do mesmo ano. Fotografias de um concerto dos Beatles em Bloomington, no estado de Minnesota, em que os fotógrafos tinham sido proibidos por questões de segurança.

O eBay chama-lhe “um pedaço da história do rock”. São 3500 fotografias inéditas dos Beatles e dos Rolling Stones, registadas entre 1964 e 1966 por Bob Bonis, o manager das bandas durante as digressões realizadas nos Estados Unidos durante aquele período. Há momentos privados e descontraídos durante viagens na estrada, nos hotéis, em estúdio ou nos concertos. As fotografias “mostram um lado das bandas nunca antes visto”, anuncia o portal.

Durante estes 50 anos, as imagens permaneceram num arquivo privado da família Bonis. Bob morreu em 1992 e, em 2010, o filho Alex decidiu que os registos deviam ser conhecidos por todos. A 2 de fevereiro, segunda-feira, é lançado o pacote de estreia. Contém 30 fotografias — 15 dos Beatles e 15 dos Rolling Stones. A partir daí, a ideia é a de lançar dez fotos por mês durante os próximos dois anos, mas os fãs dos Rolling Stones ficam a ganhar. No total, são 2700 retratos da banda de Mick Jagger e 800 dos Beatles. O leilão vai arrancar através da coleção de arte do eBay. Dez por cento do valor angariado pelas primeiras 30 imagens será doado à Fundação Grammy e ao museu com o mesmo nome. E todas serão leiloadas através do eBay.

Algumas fotografias já estiveram expostas em galerias de arte e outras foram exibidas num concerto de celebração dos 50 anos da primeira performance dos Beatles no Hollywood Bowl, que ocorreu no ano passado. O sócio gerente do arquivo fotográfico de Bonis, Kurt Benjamim, conta que, às 3500 fotografias dos Beatles e dos Rolling Stones, somam-se mais de Simon & Garfunkel, Lovin’Spoonful, Frank Sinatra, Buddy Rich e outros músicos. No total, são 4700 retratos, refere Kurt Benjamim. Por enquanto, já estão disponíveis fotografias dos Rolling Stones em junho de 1964 a gravar nos estúdios da Chess Records, em Chicago, e de Mick Jagger a dançar à James Brown “no seu melhor” no concerto do “The T.A.M.I. Show,” em Santa Monica.