O cavaleiro português Francisco Seabra morreu este sábado, aos 30 anos, na sequência de uma queda s durante uma prova na cidade espanhola de Sevilha, informou o clube hípico responsável pela organização, no seu sítio oficial na Internet.

O acidente aconteceu durante a manhã, quando Seabra abordava um obstáculo, tendo, segundo uma testemunha citada pela agência noticiosa Efe, ficado debaixo do seu cavalo, Aferzysta, de 12 anos e origem polaca.

A organização indicou que estava um médico próximo do obstáculo que provocou o acidente que socorreu de imediato o cavaleiro. Mas este não resistiu aos ferimentos.

Na página do Rancho Alegro Eventing Tour, organizador do evento, o comunicado foi feito ainda esta manhã:

“É com grande pesar que lamentamos informar que o cavaleiro Francisco Seabra sofreu um acidente fatal durante o decorrer da competição I Alegra Rancho EventingTour de Utrera-Sevilha, Espanha, em 14 de fevereiro de 2015. O piloto Francisco Seabra tinha 30 anos, era de Portugal e solteiro. Francisco Seabra montava o cavalo “Aferzysta”, de 12 anos de idade e de origem polonesa. O incidente ocorreu no obstáculo 10 c, onde se encontrava um médico que o socorreu de imediato juntamente com uma equipa de paramédicos. Mas a sua morte foi declarada no local. Em todos os eventos da FEI é concedida a máxima atenção à segurança e bem-estar dos cavalos e competidores. O presidente do júri, Alain James, disse: ‘Em nome de todos o mundo do desporto, gostaria de estender sinceras condolências à família do Sr. Francisco Seabra’.”

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

Francisco Seabra, 30 anos, era cavaleiro profissional mas também integrava os Forcados de Santarém, de onde é natural. Já tinha participado em várias competições internacionais como cavaleiro. No Twitter já começaram a aparecer mensagens de condolências.