Rádio Observador

Espetáculos

Históricos Kraftwerk apresentam dois espetáculos 3D em Portugal

184

Do futuro para Lisboa e Porto. Considerados por muitos os pais da eletrónica, os Kraftwerk vão apresentar em Portugal o espetáculo que tem gerado uma corrida às bilheteiras de todo o mundo.

Da formação original já só sobra Ralf Hütter

Mike Coppola/Getty Images

Autor
  • Sara Otto Coelho

Os Kraftwerk, para muitos conhecidos como os pais da eletrónica, vão apresentar no Coliseu de Lisboa, a 19 de abril, e no dia seguinte na Casa da Música, no Porto, um espetáculo 3D onde a música e a arte visual se fundem num só. Os bilhetes, entre os 35 e os 42 euros, começam a ser vendidos esta terça-feira, a partir das 15h00, nos locais habituais, anunciou a Everything is New, promotora do evento.

O quarteto alemão foi fundado nos anos 70 por Ralf Hutter e Florian Schneider na cidade alemã de Dusseldorf, cuja cena de arte experimental estava ao rubro no final dos anos 60. O sucesso dos Kraftwerk foi aumentando graças ao uso pioneiro dos computadores na produção das músicas, e a sua influência ainda hoje é reconhecida por músicos dos mais variados géneros, da eletrónica ao hip-hop. Em 2014, os dois fundadores foram galardoados com o Grammy Lifetime Achievement Award.

Nos anos 90, o luso-alemão Fernando Abrantes fez parte do grupo, em substituição de Karl Bartos. Da formação original já só sobra Ralf Hütter, que ao lado de Fritz Hilpert, Henning Schmitz e Falk Grieffenhagen apresentou uma primeira retrospetiva em 2012 no MoMa, Museu de Arte Moderna de Nova Iorque. Seguiram-se apresentações de “The Catalogue – 1 2 3 4 5 6 7 8 9” em museus tão prestigiados como o Kunstsammlung Nordrhein-westfalen de Dusseldorf ou o Tate Modern’s Turbine Hall de Londres. A corrida aos bilhetes foi grande. Todos queriam ver a arte produzida pelos Kraftwerk.

Desde o início que os Kraftwerk consideram que os concertos devem ser eventos audiovisuais completos, conseguindo alargar a sua influência para além do campo musical e estendendo-a à arte visual contemporânea, como uma expressão de um mundo dominado por máquinas e computadores. Na descrição do que vai acontecer em Portugal, a Everything is New promete “arrojados espetáculos 3D”.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)