818kWh poupados com a
i

A opção Dark Mode permite-lhe poupar até 30% de bateria.

Reduza a sua pegada ecológica.
Saiba mais

Zayn Malik deixa os One Direction

Este artigo tem mais de 5 anos

Zayn Malik, um dos mais populares membros da formação dos One Direction, abandona a banda por querer viver "uma vida normal de um rapaz de 22 anos". As fãs choram nas redes sociais.

i

Getty Images

Getty Images

Os One Direction, boyband britânica que mais discos vendeu nos últimos anos e conhecida por arrastar milhões de adolescentes por todo o mundo, perderam um dos seus membros mais populares, Zayn Malik.

“Abandono a banda porque quero ser um rapaz normal de 22 anos que possa relaxar e ter momentos privados, longe da ribalta.”justifica Malik pelo Facebook da banda.

“A minha vida nos One Direction foi muito mais do que aquilo que alguma vez imaginei. (…) Queria pedir desculpa aos fãs que desapontei, mas tenho de fazer aquilo que sinto que está certo. “, acrescentou.

After five incredible years Zayn Malik has decided to leave OneDirection. Niall, Harry, Liam and Louis will continue as...

Posted by One Direction on Wednesday, 25 March 2015

“Queria agradecer ao Zayn por tudo o que fez pelos One Direction. Desde o primeiro momento que conheci o Zayn em 2010 que me afeiçoei muito a ele. Vi-o a crescer com confiança e tenho muita pena de o ver a sair do projeto” desabafou Simon Cowell, conhecido produtor e júri de programas de talentos, que apadrinhou e lançou a banda quando o conjunto participou no X-Factor.

Zayn Malik, também conhecido como o “Bradford Bad Boy” pelas suas tatuagens e pela sua terra natal, estava a fazer a tour mundial “On the Road Again” com a banda e tem sido acusado pelos tabloides de trair a noiva Perrie Edwards, por ter sido visto com uma fã tailandesa. No Twitter, mostrou o seu desagrado perante a exposição da sua vida privada.

Apesar da saída de Malik, os One Direction prometeram continuar atividade como um quarteto e asseguraram o lançamento de um quinto álbum em 2015.

A saída de Zayn Malik dos One Direction tem sido um dos assuntos mais populares nas redes sociais, especialmente entre adolescentes que seguiam a boy band.

https://twitter.com/moreira01_caro/status/580799145771929600

Vários tweets e hashtags têm aparecido, apelando o regresso de Zayn. Alguns hashtags mais agressivos têm causado controvérsia, como #cut4zayn, que apela às jovens para se cortarem e, após tirarem uma fotografia do ato, partilharem nas redes sociais.

 

https://twitter.com/portalR7/status/580792048627777536

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

 
Assine o Observador a partir de 0,18€/ dia

Não é só para chegar ao fim deste artigo:

  • Leitura sem limites, em qualquer dispositivo
  • Menos publicidade
  • Desconto na Academia Observador
  • Desconto na revista best-of
  • Newsletter exclusiva
  • Conversas com jornalistas exclusivas
  • Oferta de artigos
  • Participação nos comentários

Apoie agora o jornalismo independente

Ver planos

Oferta limitada

Apoio ao cliente | Já é assinante? Faça logout e inicie sessão na conta com a qual tem uma assinatura

Ofereça este artigo a um amigo

Enquanto assinante, tem para partilhar este mês.

A enviar artigo...

Artigo oferecido com sucesso

Ainda tem para partilhar este mês.

O seu amigo vai receber, nos próximos minutos, um e-mail com uma ligação para ler este artigo gratuitamente.

Ofereça artigos por mês ao ser assinante do Observador

Partilhe os seus artigos preferidos com os seus amigos.
Quem recebe só precisa de iniciar a sessão na conta Observador e poderá ler o artigo, mesmo que não seja assinante.

Este artigo foi-lhe oferecido pelo nosso assinante . Assine o Observador hoje, e tenha acesso ilimitado a todo o nosso conteúdo. Veja aqui as suas opções.

Atingiu o limite de artigos que pode oferecer

Já ofereceu artigos este mês.
A partir de 1 de poderá oferecer mais artigos aos seus amigos.

Aconteceu um erro

Por favor tente mais tarde.

Atenção

Para ler este artigo grátis, registe-se gratuitamente no Observador com o mesmo email com o qual recebeu esta oferta.

Caso já tenha uma conta, faça login aqui.

Vivemos tempos interessantes e importantes

Se 1% dos nossos leitores assinasse o Observador, conseguiríamos aumentar ainda mais o nosso investimento no escrutínio dos poderes públicos e na capacidade de explicarmos todas as crises – as nacionais e as internacionais. Hoje como nunca é essencial apoiar o jornalismo independente para estar bem informado. Torne-se assinante a partir de 0,18€/ dia.

Ver planos