No verão, a tendência para colocar alimentos no frigorífico aumenta. Porque sabem melhor ou porque sempre ouvimos dizer que temperaturas acima dos 30 graus estragam a comida mais rapidamente. Não sendo de todo mentira que o calor pode prejudicar a qualidade de um ingrediente, o frio também o pode fazer.

Segundo a Fox News, o ideal é armazenar estes oito alimentos num local escuro e bem ventilado, pelo menos até serem utilizados uma primeira vez. Após essa primeira utilização, nunca deve abusar do tempo em que a metade que não utilizou permanece no frio.

1. Tomates

O frigorífico consegue o feito de transformar um tomate vermelho vivo e suculento num tomate farinhento e sem qualquer sabor. No caso de cortar um a meio e não o utilizar todo, deve envolvê-lo em película aderente e deixá-lo na cozinha, isto se o for consumir daí a poucas horas. No caso de não o consumir nesse dia, então pode colocá-lo no frigorífico. No entanto, deve utilizá-lo o mais rapidamente possível. Aposte nas saladas.

2. Cebolas

A humidade do frigorífico pode tornar as suas cebolas moles e mofadas. Deixe que estes legumes aguardem o juízo final num local escuro, sem temperaturas elevadas e bem ventilado, como uma despensa. Se estiverem cortadas, então pode colocá-las no frigorífico, protegidas e preferencialmente numa gaveta.

3. Alho

Os dentes de alho podem começar a brotar se estiverem no frigorífico, além de também ficarem com mofo e parecerem borracha. À semelhança das cebolas, o sítio ideal para os conservar é na despensa.

4. Pão

Pode parecer contraintuitivo, mas o pão seca mais depressa se estiver no frigorífico. Se pensa consumi-lo num curto período de tempo, o ideal é mantê-lo afastado das baixas temperaturas. Se, por outro lado, não pensa comê-lo tão cedo, deve colocá-lo no congelador num saco bem fechado — aí poderá contar com ele durante meses.

5. Batatas

As temperaturas baixas fazem com que o amido das batatas se transforme muito rapidamente em açúcar, originando tubérculos arenosos e sem aroma. Coloque-as antes num saco de papel (mais permeável à circulação do ar) na despensa.

6. Mel

Uma vez no frigorífico, o mel pode começar a cristalizar e tornar-se demasiado espesso, sendo quase impossível deitá-lo por cima do seu iogurte. Com o mel não há nada que enganar, é guardá-lo no armário.

7. Fruta verde

Há muitos fãs de maçãs frias, laranjas frias ou até de pêssegos frios, mas se a fruta estiver verde, não vai ficar madura no frigorífico. Para que a fruta amadureça precisa de estar à temperatura ambiente. Depois tem duas opções: comê-la imediatamente ou mantê-la no frigorífico por dois dias — assim não fica demasiado madura e pode comê-la fria.

8. Café

Os grãos de café nunca devem estar no frigorífico. Uma vez confinados a esse espaço vão acabar por perder sabor e absorver os odores de outras comidas que tenha no frigorífico. A sugestão passa por comprar sacos de café pequenos que possam ser armazenados na despensa e consumidos no espaço de duas semanas.