Ninguém duvida que a Uber está a trilhar um caminho com vista a chegar a cada vez mais mercados. Mas há uma questão ainda sem resposta: esta startup dá lucro?

Parece que não. Pelo menos é o que diz a Gawker, a partir de documentos internos da empresa a que teve acesso.

De acordo com estes documentos, a Uber já perdeu mais de dez milhões de dólares (cerca de 9,1 milhões de euros) desde 2012. Mais: os documentos indicam que as previsões de crescimento de que o CEO, Travis Kalanick, tanto se vangloria são, afinal, desmesuradas. O responsável pela empresa não perde uma oportunidade para destacar o sucesso financeiro da Uber. A dada altura, Kalanick até referiu numa conferência: “Quando tenho um mau dia, basta olhar para o gráfico das receitas”.

Mas será mesmo assim?

A Gawker recorda: em maio, escrevia o New York Times, a Uber estava a caminho de uma avaliação de 50 mil milhões de dólares (cerca de 45 mil milhões de euros). Apenas dois meses depois, dizia o Wall Street Journal, já ultrapassava os 50 mil milhões de dólares, alcançando o Facebook como a mais valiosa startup de sempre.

Mas afinal, qual foi o lucro real da empresa? Enquanto o Wall Street Journal escrevia que a empresa esperava “atrair condutores e passageiros suficientes para que o seu modelo de negócio” fosse lucrativo, a Bloomberg noticiava já perdas de 415 milhões de dólares (cerca de 380 milhões de euros).

Agora, os documentos a que a Gawker teve acesso mostram, pela primeira vez, que a Uber tem financiado o seu crescimento através de perdas enormes.

Receitas não auditadas e descontrolo na despesa em 2013 e 2014, mostram que, apesar da empresa ter crescido, perdeu mais de 56 milhões de dólares (cerca de 51 milhões de euros) em 2013. Na primeira metade de 2014, esse valor subiu para lá dos 160 milhões de dólares (cerca de 146 milhões de euros).

Mas há mais: um outro documento que refere os lucros e perdas trimestrais de 2012 e parte de 2013, mostra o mesmo exemplo: o crescimento saudável das receitas foi apoiado em perdas constantes. Em 2012, a perdas da Uber terão chegado aos 20.4 milhões de dólares (cerca de 18,6 milhões de euros). E, a partir do primeiro trimestre de 2012 até meados de 2013, as perdas trimestrais duplicaram de 3.5 milhões de dólares (cerca de 3,2 milhões de euros) para 8,1 milhões de dólares (7,4 milhões de euros, aproximadamente).