Koke, aos 35 minutos, Gabi, aos 79, e o colombiano e ex-portista Jackson Martinez, aos 85, sete depois de substituir Fernando Torres, selaram o triunfo dos ‘colchoneros’, que contaram os 90 minutos com o médio luso Tiago. A formação madrilena, que sofreu bem mais do que ‘mostra’ o resultado, passou a somar seis pontos, os mesmos de Celta de Vigo, FC Barcelona e Eibar, enquanto o Sevilha, manteve-se com um ponto e sem golos marcados.

Na equipa da casa, o guarda-redes Beto jogou os 90 minutos, enquanto Daniel Carriço foi substituído aos 69, saindo lesionado.

Enquanto as equipas da frente só vencem, o Valência, de Nuno Espírito Santo, e o Deportivo somaram o segundo empate, ao ‘anularem-se’ em Valência. Os forasteiros, com Luisinho em campo desde os 29 minutos e o ex-benfiquista Jonathan Rodríguez desde os 72, marcaram primeiro, por Lucas Pérez, aos 39, e os locais, com Ruben Vezo, restabeleceram a igualdade aos 45, por Álvaro Negredo.

Antes, o Eibar manteve-se na frente, ao vencer em casa o Athletic por 2-0, com tentos de Saúl Berjón, aos 34 minutos, de grande penalidade, e Adrián Morales, aos 61. O Eibar tem o mesmo registo de golos (5-1) do Celta de Vigo, que sábado venceu em casa o Rayo Vallecano por 3-0, e está melhor do que o Atlético de Madrid (4-0) e o FC Barcelona (2-0), vencedor, também sábado, por 1-0 na receção ao Málaga. Em oposição ao Eibar, o Athletic segue no grupo dos últimos classificados, ainda sem pontos, já que se estreara com um desaire por 1-0 em casa, face ao campeão ‘Barça’.