País

Portugal brilha nos Óscares do Turismo

12.470

14 prémios. Portugal venceu em mais de dez categorias europeias na gala dos World Travel Awards 2015. Algarve foi eleito o destino de praia europeu.

Stephen Munday /Allsport

Que o turismo português está na mó de cima já todos sabíamos. Não foram poucas as revistas internacionais que usaram cenários portugueses em grande destaque nas suas capas e já é difícil ficar indiferente aos muitos turistas que, por estes dias, invadem cidades como Lisboa ou Porto. Ainda assim, fica sempre bem receber notícias destas: Portugal conquistou um total de 14 prémios ao nível europeu, nos World Travel Awards, a distinção vulgarmente conhecida por “óscares do turismo”.

De entre a lista de prémios que se quer longa — e que ultrapassa a de países como Espanha ou Itália — destaca-se o Algarve, eleito como destino de praia, a TAP, companhia aérea portuguesa que leva para casa dois galardões, e os muitos hotéis e resorts igualmente distinguidos em categorias como boutique hotel, resort de praia ou design hotel.

A gala dos World Travel Awards aconteceu este sábado, 5 de setembro, na Sardenha, Itália. Portugal concorreu com 77 nomeações.

Lista dos prémios ganhos na categoria “Europa”

Lista dos prémios ganhos na categoria “Mediterrâneo”

Lista dos prémios ganhos na categoria “Portugal”

Todos queremos saber mais. E escolher bem.

A vida é feita de escolhas. E as escolhas devem ser informadas.

Há uns meses o Observador fez uma escolha: uma parte dos artigos que publicamos deixariam de ser de acesso totalmente livre. Esses artigos Premium, por regra aqueles onde fazemos um maior investimento editorial e que mais diferenciam o nosso projecto, constituem a base do nosso programa de assinaturas.

Este programa Premium não tolheu o nosso crescimento – arrancámos mesmo 2019 com os melhores resultados de sempre.

Este programa tornou-nos mesmo mais exigentes com o jornalismo que fazemos – um jornalismo que informa e explica, um jornalismo que investiga e incomoda, um jornalismo independente e sem medo. E diferente.

Este programa está a permitir que tenhamos uma nova fonte de receitas e não dependamos apenas da publicidade – porque não há futuro para a imprensa livre se isso não acontecer.

O Observador existe para servir os seus leitores e permitir que mais ar fresco circule no espaço público da nossa democracia. Por isso o Observador também é dos seus leitores e necessita deles, tem de contar com eles. Como subscritores do programa de assinaturas Observador Premium.

Se gosta do Observador, esteja com o Observador. É só escolher a modalidade de assinaturas Premium que mais lhe convier.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: acmarques@observador.pt
PCP

Patrão santo, funcionário posto fora da loja /premium

José Diogo Quintela

Estou chocado. Nunca pensei que o PCP não cumprisse a lei laboral. Mas o PCP está ainda mais chocado: nunca pensou ser obrigado a cumprir a lei laboral. É que escrevê-la é uma coisa, obedecê-la outra.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)