Os tablets são poderosas ferramentas de produtividade, mas nem tudo na vida é trabalho. As caraterísticas de mobilidade e os ecrãs de alta resolução têm convencido os consumidores de que estes dispositivos estão também voltados para a diversão. Com base numa amostra de 304 portugueses que usam tablet mais de uma hora por dia, a Samsung concluiu que o entretenimento é uma das atividades preferidas pelos utilizadores. Os dados fazem parte do estudo “Technomic Index 2015”, promovido pela marca.

Quase 60% dos inquiridos descarrega aplicações nos dispositivos — onde se incluem os jogos — e 45.8% assume usar o tablet para ver televisão ou vídeo. Há ainda quem o use para ouvir música ou ver conteúdos audiovisuais em serviços de stream — 28.6% e 21.1%, respetivamente. Cerca de 40% assume usá-lo para tirar, editar e partilhar fotografias, enquanto 18.5% o faz com clipes de vídeo.

Ao longo dos últimos anos, os tablets têm vindo a ser alvo de grandes melhoramentos tecnológicos. Graças a isso os programadores podem apostar na criação de apps cada vez mais exigentes ao nível de recursos, algo que se tem verificado muito na indústria dos jogos. De acordo com o estudo “The State of Gaming”, publicado em 2014 pelo site Big Fish Games, as apps de jogos estão a ganhar popularidade, algo que acontece numa altura em que há tablets com capacidade superior à de certos computadores. Além disso, são mais leves e práticos que uma consola de jogos convencional e custam o mesmo.

Tablet Galaxy S2

Imagem: Miguel Soares/Observador

Mas as redes sociais são também uma forte vertente do entretenimento. Mais de 75% da amostra acede às redes sociais no tablet (pelo browser ou através das aplicações descarregadas das lojas) e cerca de 26% usa-o para troca de mensagens instantâneas por aplicações como o Skype ou SnapChat. Há ainda 30% que faz videochamadas com estes aparelhos.

Tratando-se de dispositivos móveis, é ainda significativa a utilização de tablets para o visionamento de “catch up TV” em viagem. Mais de 15% dos inquiridos assume consumir este tipo de conteúdos (filmes e séries, por exemplo) durante voos, viagens de comboio, ou enquanto se deslocam para o trabalho.

As principais operadoras de televisão por cabo já oferecem aplicações que permitem ver televisão no tablet, bem como agendar gravações de programas. Alguns canais criaram até aplicações de “segundo-ecrã”, oferecendo vários conteúdos em exclusivo para dispositivos móveis. Assim, o uso de tablets para entretenimento é uma tendência em constante crescimento.