O treinador do Sporting de Braga, Paulo Fonseca, vincou a ideia de querer terminar em primeiro no grupo F da Liga Europa de futebol e, por isso, a importância do jogo em Groningen, na quinta-feira.

Com o apuramento para os 16 avos de final já garantido, os minhotos lideram o grupo com 12 pontos, mais três do que o segundo classificado, o Marselha, pelo que um ponto basta-lhe para confirmar o primeiro lugar nesta fase.

Contudo, pode nem ser necessário nenhum se os franceses não vencerem fora os checos do Slovan Liberec, equipas que vão discutir no derradeiro jogo quem acompanha os ‘arsenalistas’.

“Não viemos à Holanda para ver as tulipas, mas para tentar acabar em primeiro lugar, por isso compete-nos apresentar a melhor equipa. Sinto-me bem por chegarmos aqui já com o apuramento garantido e queremos levar isto até ao fim com o intuito de garantirmos o primeiro lugar”, afirmou o técnico na antevisão da partida, já na Holanda.

Paulo Fonseca respondeu ao seu congénere holandês, que anunciou o ‘onze’ para o jogo de quinta-feira, e também avançou com a equipa titular, menos um.

“Vão jogar o Matheus, o Baiano, o André Boly e o Marcelo [Goiano], o Luiz Carlos, o Vukcevic, o Rafa, o Wilson Eduardo, o Hassan e só não digo o último para criar algum suspense”, brincou.

O treinador não se mostrou preocupado com a falta de golos nos últimos dois jogos (derrota por 2-0 diante do Benfica e empate a zero frente ao Moreirense).

“Sinceramente, isso não me preocupa. Só quem não quer é que não vê que a equipa está num bom momento e os jogos com o Benfica e o Moreirense não apagaram aquilo que a equipa já fez. Não vejo qualquer tese do apocalipse. Há dados objetivos que não podemos desmentir, mas não tenho a menor dúvida de que se está a empolar a situação”, considerou.

Sporting de Braga, líder do grupo, com 12 pontos, e Groningen, último, com apenas um, defronta-se na quinta-feira, às 18:00, no Euroborg Stadium, jogo que será arbitrado pelo galês Lee Evans.