Nem meia nem uma dúzia. Bastam três ovos para ficar com a pele macia e à prova de pontos negros segundo a Tony Moly. Nascida na Coreia do Sul há 10 anos, a marca de beleza chega esta primavera a Portugal e estará à venda exclusivamente nas lojas Sephora a partir de abril. Por essa altura a Páscoa já terá passado, mas ao lado dos ovos também haverá coelhinhos temperamentais para dar brilho aos lábios, bananas para hidratar as mãos e pandas para refrescar os olhos.

Tony_Moli-Comp

As embalagens kawaii — forma japonesa de dizer fofinhas e adoráveis — são uma das caraterísticas que melhor definem a marca, mas o que é vendido dentro de tomates, pêssegos e animais queridos também já ganhou fama mundial, sobretudo quando se fala da linha Egg Pore, uma das mais comentadas em revistas, canais de YouTube e blogues de beleza — a galinha dos ovos de ouro da Tony Moly.

Vendida em três ovos de cores diferentes, a linha assenta numa trilogia completa para tratar os poros dilatados e tem como ingrediente comum as gemas, o que explica as embalagens e o nome. Apesar dos três produtos funcionarem melhor em conjunto e terem uma ordem ideal, cada um é vendido separadamente, com preços que em Portugal irão dos 15,55€ aos 17,55€.

https://www.instagram.com/p/BDGXRAIujr_/

O primeiro passo da trilogia é um ovo branco igual aos cozidos, cuja casca — ou será melhor dizer tampa? — esconde um esfoliante para retirar as células mortas e combater os pontos negros. De seguida vem o ovo cru, uma máscara que se deve deixar atuar durante 15 minutos e que serve para fechar os poros indesejados. Tal como o ovo 1, o ideal é aplicá-la uma vez por semana, depois do esfoliante.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

Numa casca dourada está o terceiro passo, um “primer” para usar antes da maquilhagem que alisa e amacia a pele como por magia. Ao contrário dos outros ovos, o ovo 3 pode ser usado todos os dias, pelo que a sua casa de banho corre o risco de vir a parecer a capoeira de uma galinha poedeira.

Sem ovos não se fazem omeletes, e sem a Coreia do Sul — que inventou o BB cream e de onde vem a rotina de beleza que meio mundo anda a copiar — também já não é possível falar da indústria cosmética.