Foi como será em Portugal: até à última. O Barcelona venceu no campo do Granada, na Andaluzia, com hat-trick de Luis Suárez e é bicampeão espanhol. É a 24.ª vez que os blaugrana vencem a Liga Espanhola. O Real Madrid fez o que tinha a fazer no campo do Deportivo, na Corunha, mas não chegou. Cristiano Ronaldo saiu ao intervalo e marcou os dois golos da partida. Suárez é o pichichi (melhor marcador) da Europa com 40 golos.

O Barcelona somou 29 vitórias e quatro empates em 38 jogos (91 pontos), enquanto os merengues terminaram na segunda posição, a um ponto: 28 vitórias, seis empates e quatro derrotas. O pódio fica completo com o Atlético Madrid, que jogará mais tarde (18h30).

Cristiano Ronaldo volta a fazer uma época memorável: é o sexto ano consecutivo que marca 50 ou mais golos — na Liga marcou 35. Apesar desses números impressionantes, Luis Suárez supera-o, com 40 golos. Ao todo, o avançado uruguaio fez 59 golos e 23 assistências. Pegando neste último capítulo, o dos passes para golo, Dani Alves atingiu as 100 assistências, algo que só havia sido logrado por Messi (127) e… Luís Figo (105). Os números são do monstro da estatística, um espanhol que dá pelo nome de Mister Chip.

Mas o uruguaio consegue algo mais: a sua segunda Bota de Ouro, o prémio para melhor marcador da Europa. Esse bis foi conseguido por nomes como Diego Forlán, Thierry Henry, Gerd Müller e Eusébio.

Voltemos aos números da La Liga. O Barcelona marcou 112 golos e sofreu 29 em 38 partidas. O Real Madrid marcou 110 e sofreu 34. As equipas fizeram um percurso muito semelhante. O Barcelona parecia ter o campeonato na mão há dois meses, mas um período terrível (empate com Villareal e derrotas com Real Madrid, Real Sociedad e Valencia) permitiu que os comandados de Zinedine Zidane se aproximassem e sonhassem com o título e com mais uma ida à Praça de Cibeles, onde costumam festejar as conquistas. Mas foi em vão, o Barça acabou por acertar o passo.

Resta dizer que o Real Madrid ainda vai disputar a final da Liga dos Campeões, em Milão, diante do grande rival da capital espanhola, o poderoso Atlético Madrid de Diego Simeone. O Barcelona poderá ainda festejar a vitória na Copa do Rei, ou seja, poderá fazer a dobradinha. A final da Taça será contra o Sevilha, uma equipa que também vai disputar a final da Liga Europa, contra o Liverpool de Jürgen Klopp. Sim, o futebol espanhol está em grande…