Tem acesso livre a todos os artigos do Observador por ser nosso assinante.

Já saíram as listas definitivas de colocação de docentes para o ano 2016/2017: 7.306 professores contratados a prazo já têm um lugar garantido nas escolas. Este número é quase o dobro (mais 3.524) daqueles que, no ano passado, no final deste concurso, tinham já uma certeza em relação ao futuro letivo, de acordo com a informação divulgada, esta tarde, pelo Ministério da Educação. Esta diferença esbate-se se compararmos com o total de contratados a prazo colocados no ano passado.

No concurso de 2015/16, ficaram colocados, na contratação inicial, 3.782 professores a prazo. E só mais tarde, no âmbito da Bolsa de Contratação de Escolas (BCE) — que foi extinta pelo atual ministro –, entraram outros 3.030 docentes para as escolas com contrato de autonomia e em territórios de intervenção prioritária. Num total de 6.812 professores a prazo, ainda assim menos 494 do que aqueles que, este ano, já conseguiram lugar nesta fase.

O Ministério sublinha, em comunicado, “que as listas foram divulgadas no penúltimo dia útil do mês de agosto, tal como aconteceu em 2015/2016, ficando, na realidade, os professores colocados mais cedo, uma vez que não estão sujeitos aos procedimentos morosos e burocráticos da BCE”.

Segundo as contas já feitas e divulgadas no Blog DeAr Lindo dos 7.306 professores a prazo que conseguiram colocação, 1.862 renovaram o contrato que tinham no ano anterior.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

Todos os horários solicitados pelas escolas — que o Observador perguntou quantos foram — já ficaram preenchidos pelos professores colocados nesta fase. Mas novos horários vão abrir necessariamente até porque há sempre professores dos quadros que metem baixa ou licença ou saem para a reforma.

Da informação divulgada pelo Ministério de Tiago Brandão Rodrigues não é possível retirar conclusões quanto à percentagem de docentes contratados conseguiram um lugar nas escolas públicas, nem quantos professores do quadro estão com horário zero (menos de 6 horas atribuídas), para já.

Pode consultar a lista no site da DGAE. Os professores têm entre as 10h00 horas do dia 1 de setembro até às 18h00 do dia 2 de setembro de 2016 para aceitar as colocações, ou via aplicação informática ou apresentando-se pessoalmente na escola. A apresentação ao trabalho, na escola, deve ser feita até dia 5 de setembro.