A FIFA poderá encerrar o Museu Mundial do Futebol, uma infraestrutura de 130 milhões de euros, lançada pelo ex-presidente da organização Josep Blatter, que abriu as portas apenas em Zurique há oito meses.

De acordo com fonte da organização de cúpula do futebol mundial, citada pela agência AFP, o museu registou perdas de 27 milhões de euros em 2016 e o assunto será debatido em janeiro na reunião do Conselho da FIFA.

O diretor do museu, indicou a mesma fonte, já terá mesmo informado os funcionários que a FIFA decidiu encerrar a infraestrutura.

O museu foi inaugurado em fevereiro pelo novo presidente da FIFA, Gianni Infantino, tendo registado uma média de 11 mil visitantes por mês desde então, número abaixo das estimativas.