O presidente da Câmara Municipal de Lisboa, Fernando Medina (PS), anunciou esta segunda-feira 4.455 novos lugares de estacionamento na cidade, divididos por sete parques de estacionamento mais baratos, para promover o uso do transporte público.

Vamos ampliar significativamente o número de lugares em parques de estacionamento dissuasores que irão ter um tarifário simbólico integrado com os passes de transporte público”, disse o autarca.

Fernando Medina falava na cerimónia de assinatura do memorando da passagem de gestão da rodoviária Carris para a Câmara Municipal de Lisboa. Na ocasião, o presidente da autarquia adiantou que está “planeada e em execução um aumento em mais de 4.400 novos lugares que permitem que as pessoas deixem os seus carros, paguem um preço simbólico e possam utilizar o transporte para entrar na cidade”.

O autarca anunciou, ainda, que a rede de parques dissuasores em 2017 será alargada para fora do município de Lisboa, para locais onde haja interseções com outros meios de transporte.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

Para já, na cidade de Lisboa estão previstos para o início do próximo ano 375 novos lugares junto ao metro da Bela Vista e 200 novos lugares próximo do Estádio de Alvalade.

Irão ainda ser criados 1.700 novos lugares junto ao Metro da Pontinha e da nova Feira Popular, 930 junto ao metro da Ameixoeira/Santa Clara, 800 próximo do Estádio da Luz, 300 no Areeiro e 150 em Pedrouços.