O Banco Central Europeu (BCE) comprou em janeiro 688 milhões de euros em dívida pública portuguesa, o valor mais baixo desde março de 2015, quando teve início o programa de compra de ativos da instituição.

Segundo informação divulgada esta segunda-feira pelo BCE, o montante adquirido de dívida pública portuguesa no âmbito do chamado “quantitative easing” voltou a descer, de 1.023 milhões de euros em novembro, para 726 milhões de euros em dezembro e para 688 milhões de euros em janeiro.

Desde o início do programa, em março de 2015, o BCE já adquiriu um montante de 25.298 milhões de euros em ativos da dívida pública de Portugal.

De acordo com a informação disponibilizada esta segunda-feira, o banco central adquiriu 71.362 milhões de euros em dívida pública da zona euro em janeiro, sendo que a compra desses títulos representou a maior fatia das compras realizadas pelo BCE no mês passado, que totalizaram 85.036 milhões de euros.

O BCE adquiriu 8.419 milhões de euros através do programa de compras de ativos de empresas (CSPP), comprou 4.733 milhões de euros através do programa de aquisição de obrigações cobertas (CBPP3) e aplicou 522 milhões de euros em instrumentos de dívida titularizada (ABSPP) no mês de outubro.

Em dezembro, a instituição financeira liderada por Mario Draghi decidiu prolongar até final de 2017 o programa de compra de dívida pública, mas com um abrandamento mensal a partir de abril próximo (60.000 milhões de compras por mês, contra os 80.000 milhões anteriores).