A quantidade de pedaços de plástico a flutuar nos oceanos aumentou mais de 100 vezes nos últimos 40 anos, alertou esta quarta-feira a associação espanhola Ambiente Europeu.

Cerca de sete milhões de toneladas de resíduos são despejados nos mares e oceanos do planeta todos os anos, afirma a organização, que cita dados das Nações Unidas segundo os quais cada milha marítima quadrada tem 45.000 pedaços de plástico a flutuar.

Pneus de automóveis, garrafas, sacos de plástico, redes de pesca, aplicadores de tampões e preservativos são os resíduos mais comuns.

Isto afeta “mais de 600 espécies de fauna marinha”, das baleias às tartarugas, e ainda as aves, afirma a associação, que estima em 100 mil o número de mamíferos marinhos que todos os anos morre por causa do lixo.