O comércio mundial vai continuar a registar uma recuperação moderada ao longo do terceiro trimestre, de forma sustentada, segundo o último indicador da Organização Mundial do Comércio (OMC) publicado esta segunda-feira.

A OMC tinha mencionado, a 12 de abril, o regresso ao crescimento moderado do comércio mundial em 2017, depois de um crescimento lento no ano passado, indicou em comunicado.

A organização revela também que os resultados do atual indicador são “ligeiramente melhores” dos que os verificados no mês de abril.

Assim, o índice da OMC para as previsões do comércio mundial, divulgado esta segunda-feira, fixou-se em 102,6 pontos em junho, contra 102,2 pontos em maio, o que corresponde ao nível mais alto observado desde abril de 2011 e sugere que o aumento do volume do comércio externo “continuará acima da tendência” no terceiro trimestre deste ano.

Tudo isso “sugere um impulso sustentado do crescimento do comércio”, esclarece no comunicado a instituição.

O crescimento das exportações, o transporte de carga aérea e de contentores deram um contributo maior para o índice, coincidindo com a melhoria da atividade económica a nível mundial.

Já os resultados relacionados com as matérias-primas e agrícolas, bem como as componentes eletrónicas apresentaram a contribuição mais baixa, apesar de os dois indicadores terem tido uma melhoria recentemente, salientou a OMC.

O fraco crescimento da produção e das vendas de automóveis representam uma preocupação para os especialistas da OMC, porque pode indiciar uma perda de confiança dos consumidores.