Dost andava desencontrado das balizas. Há seis encontros que não fazia qualquer golo. E nunca se havia visto uma “seca” assim do holandês desde que chegou a Alvalade. Sobretudo em Alvalade, no José Alvalade.

O último golo que fez em “casa” tinha sido há quase dois meses, então contra o V. Setúbal. Este domingo à noite encontrou uma baliza, a do Desportivo de Chaves, de que muito gosta. E voltou a “molhar a sopa”.

Ao todo, em quatro encontros contra os transmontanos, três no campeonato e um na Taça de Portugal, acertou oito (!) vezes nas redes. Aliás, só mesmo na Taça é que ficou em branco. À jornada 17 da última época bisou no empate (2-2) do Sporting em Chaves e na derradeira jornada fez um hat-trick na vitória por 4-1 dos verde-e-brancos.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

Aquela foi a quarta vez que conseguiu três golos num jogo com a camisola do Sporting. A quinta foi este domingo.

Outra facto curioso deste encontro é que o Desportivo de Chaves não chegava ao intervalo a perder por tantos golos (quando Rui Costa apitou o placard estava em 3-0 e Bas Dost foi responsável por dois) precisamente desde a última jornada da época passada.