Imagine-se de viagem, ao volante do seu automóvel eléctrico. De repente apercebe-se de que a capacidade da bateria começa a baixar para valores preocupantemente reduzidos e não há um posto de carga nas proximidades. Esta situação é um problema que muitos condutores de veículos eléctricos alimentados por bateria já tiveram de enfrentar. E acaba sempre por obrigar a reduzir radicalmente o ritmo de viagem, para estender a autonomia, ou a ficar pendurado algures à espera de um reboque, ou de algum serviço de recarga móvel.

Consciente de que esta realidade é, no mínimo, preocupante para quem utiliza estes veículos amigos do ambiente, o gigante Amazon está a desenvolver um drone muito especial. Além de voar e se deslocar ao local onde está o veículo com a bateria descarregada, ele é ainda capaz de transferir energia da sua bateria para a do veículo.

A solução preconizada pela Amazon parece-nos saída de um filme de ficção científica, mas isso é o que acontece com a maioria das inovações. A solução, que ainda permanece secreta, transpirou para o domínio público quando a empresa americana especializada no comércio online patenteou um drone com grande capacidade de carga e sistema de transferência de energia. Pode ser através de uma ligação física, com o drone a pousar em cima do tejadilho do modelo, mas não é impossível que, com desenvolvimento da tecnologia, esta operação seja igualmente possível através de um feixe de micro-ondas ou, no limite, um raio laser.

Não conhecemos o estágio de evolução do projecto, mas não temos dúvidas que tem pés para andar. Primeiro porque a Amazon já entrega encomendas a clientes recorrendo a drones há três anos e, segundo, porque os drones estão cada vez maiores e capazes de assegurar uma maior capacidade de carga. Veja aqui como funciona o sistema de entregas, pela mão de Jeremy Clarkson que conhecemos do programa The Grand Tour, outro produto da Amazon:

[jwplatform 0WyPOYqt]

E quem tiver dívidas em relação ao potencial desta solução tecnológica, basta ver o drone apresentado pela JD, empresa chinesa que, à semelhança da Alibaba, é um dos maiores concorrentes globais da Amazon, com uma capacidade de transportar até uma tonelada de carga, o que equivale a várias baterias de um veículo eléctrico. O que, um dia, será tão simples como entregar esta encomenda em casa do cliente:

[jwplatform RZguoB9f]