Se ficou impressionado com a divisória que abre este artigo, nada de ir a correr até ao IKEA mais próximo, pois a marca sueca de artigos de mobiliário ainda não ousou avançar para propostas tão arrojadas. Talvez porque o truque que está por detrás do êxito da cadeia seja aquele lema “monte você mesmo lá em casa, e pague bastante menos por isso”. O que, olhando para a foto, dá logo para perceber que nunca seria possível fazer, nem mesmo pelos mais dados à bricolage. Pelo que se impõe a pergunta: quem terá sido o artista que fez esta “instalação”?

A questão permanece sem resposta. O que se sabe, sim, é que Pablo Perez não só é um fã incondicional da Pagani, como decidiu transpor essa sua paixão para lá dos limites ao mais comum dos mortais, colocando um Zonda Revolución em lugar de destaque na sua sala de estar. A arte, aqui, foi que Pablo não quis o bólide pura e simplesmente estacionado. Talvez porque isso até poderia ser considerado banal. Radical mesmo era pendurá-lo – e alguém assim tratou de converter esse desejo em realidade.

https://www.instagram.com/p/BiAS6Fbg8jR/

Permanece a dúvida se o Pagani que vai do chão ao tecto é verdadeiro, mas tudo indica que terá mesmo circulado, antes de lhe serem removidos órgãos para dar um toque mais automobilístico ao décor. E, ao que parece, este terá sido um trabalho de um verdadeiro profissional, já que no chão não se vê pinga de óleo.

Certo é que, agora, dificilmente fará soar esta “orquestra”: