Bruno de Carvalho, presidente do Sporting, voltou ao Facebook para desafiar (também por email) o presidente da Comissão Transitória da Mesa da Assembleia Geral (CTMAG), o presidente da Comissão de Fiscalização, Jaime Marta Soares, Henrique Monteiro (ou outro qualquer membro da comissão de fiscalização) e Artur Torres Pereira, presidente da Comissão de Gestão, para um debate a realizar-se às 21h do dia 21, com transmissão no canal do clube. Jaime Marta já disse que não está disponível para o frente-a-frente.

“Que tal deixarmo-nos de intoxicações e manipulações e, ‘olhos nos olhos’, falarmos à Nação Sportinguista? Se não têm medo, como diz Torres Pereira, vamos a isso!”, disse Bruno de Carvalho na publicação.

Bruno de Carvalho responde a membros demissionários da comissão directiva: “são uns ratos e cobardes”

O desafio foi dirigido, entre outros, a Jaime Marta Soares, presidente da Mesa da Assembleia Geral (MAG) do Sporting. Mas o dirigente do clube está fora desse eventual encontro. Citado pelo jornal Record, Marta Soares diz que não tem “de debater nada”, uma vez que também “não concorre” a cargo algum no clube.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

Bruno de Carvalho tem-se movimentado dentro de uma grande confusão. Não tenho de debater nada, mas sim fazer cumprir os estatutos e respeitar a decisão de 800 sócios com 3500 votos. Está tudo como manda a lei e os estatutos. Debater com ele o quê? Claro que não [vou ao debate], isso parecia que iria concorrer a qualquer coisa. Os sócios estão intoxicados com o que se tem dito”, disse o presidente da MAG.

O mesmo jornal desportivo avançou esta terça-feira à noite que vários membros demissionários do Conselho Diretivo vão avançar com queixas-crime contra Bruno de Carvalho. Jorge Sanches, Luís Loureiro e Rita Matos reagem aos comentários do presidente do Sporting, que os tinha apelidado de “ratos e cobardes” e que os acusou de serem “vendilhões do tempo” por terem publicado um artigo de opinião em que teciam críticas a Bruno de Carvalho.

Entre vários pontos de trabalho, Bruno de Carvalho pretendia que o debate abordasse questões como a legitimidade dos órgãos, o processo de suspensão de sócios e de funções (“se essa é uma das funções de uma Comissão de Fiscalização transitória ou a mesma apenas deverá efetuar atos de gestão correntes”), a legitimidade da AG de dia 23 e o tema da nomeação de uma Comissão de Gestão “por 7 dias e com que finalidade”.

https://www.facebook.com/photo.php?fbid=1741837809242769&set=a.783977365028823.1073741825.100002496997912&type=3&theater

Mesa da AG do Sporting, funcionários e forças de segurança prepararam Assembleia

Leia a publicação na íntegra:

CONVITE PÚBLICO
(Seguiu por e-mail para os convidados)

Se queremos dar a voz aos associados não temos de ter medo de os informar.

Antes da AG de dia 23, lanço o convite para um debate na televisão do Clube, dia 21 às 21h com:

1. Presidente do Sporting Clube de Portugal e da Sporting SAD;
2. Presidente da CT MAG;
3. Presidente da Comissão de Fiscalização nomeada pela CT MAG;
4. Jaime Marta Soares;
5. Henrique Monteiro, ou outro qualquer membro da putativa comissão de fiscalização;
6. O presidente da putativa comissão de gestão Artur Torres Pereira.

Que tal deixarmo-nos de intoxicações e manipulações e, “olhos nos olhos”, falarmos à Nação Sportinguista? Se não têm medo, como diz Torres Pereira, vamos a isso!

Questões do debate:

1. Legitimidade dos órgãos;
2. Processo de suspensão de sócios e de funções – se essa é uma das funções de uma Comissão de Fiscalização transitória ou a mesma apenas deverá efectuar actos de gestão correntes;
3. Legitimidade da AG de dia 23 – forma como foi convocada;
4. Nomeação de uma Comissão de Gestão por 7 dias com que finalidade;
5. Como querem garantir a fidedignidade dos resultados da AG de dia 23 aos associados;
6. Análise política, se for votada a não destituição do CD – se vão desrespeitar a vontade dos sócios mantendo com eles uma guerra jurídica, ou se retiram como ilação que se não for votada a destituição está a ser votada a saida imediata deles todos do Clube (não de sócios mas sim de putativas funções), e da paragem de todos os processos para que o CD possa trabalhar em paz e a CT MAG possa convocar a AG para aprovação do orçamento e relatório de actividades e a AG eleitoral a 21 de Julho para eleições da MAG e CFD?

Depois? Depois o sócios que escolham dia 23 na AG.

Auditor do Sporting alerta que rescisões ameaçam SAD