O ex-presidente leonino, Bruno de Carvalho, respondeu com um atraso de um dia à nota de culpa levantada pela Comissão de Fiscalização nomeada pela Mesa da Assembleia Geral que levou à sua suspensão. A resposta, enviada por email esta sexta-feira, tinha que ser enviada até à passada quinta-feira.

Bruno de Carvalho: “Nunca quis ser um populista”

Segundo avança a CMTV, Bruno de Carvalho, terá enviado para Alvalade uma carta registada com a contestação na quarta-feira, que ainda não terá sido recebida pelo clube. No email enviado ao clube, Bruno de Carvalho afirmou estar a ser vítima de um “processo político” e listou todas a vitórias desportivas que as modalidades conquistaram durante o seu mandato. No entanto, relativamente aos pontos levantados na nota de culpa, que enumeram as várias violações dos estatutos do clube de Alvalade que terão ocorrido no seu mandato, Bruno de Carvalho não responde directamente.

[FrameNews src=”https://s.frames.news/cards/assembleia-do-sporting-1/?locale=pt-PT&static” width=”300px” id=”745″ slug=”assembleia-do-sporting-1″ thumbnail-url=”https://s.frames.news/cards/assembleia-do-sporting-1/thumbnail?version=1529946694401&locale=pt-PT&publisher=observador.pt” mce-placeholder=”1″]

Recorde-se que no sábado passado, Bruno de Carvalho foi afastado do comando do clube na Assembleia Geral que juntou os sócios do Sporting, no Altice Arena, com 71% dos votos a favor da sua destituição.