A 26 de julho de 2011, o Chelsea contratava uma jovem promessa belga, de apenas 19 anos, na esperança de que viesse a tornar-se dono e senhor das redes dos Blues. Sete anos mais tarde, Courtois é o número um da baliza londrina e vê o clube de Abramovich reforçar o setor mais recuado da equipa com um veterano guardião de… 38 anos. Robert Green chega ao Chelsea a custo zero, depois de ter terminado o contrato que o ligou ao Huddersfield Town durante a época passada, onde não fez qualquer partida pelo clube.

“Foram 24 horas loucas. Estás a pensar na tua carreira, para onde queres ir, e depois recebes uma chamada como esta… Obviamente que a conversa foi curta”, explicou o guardião ao site oficial do Chelsea. Robert Green chega para competir com Courtois e Caballero, provavelmente para o lugar do português Eduardo, emprestado pelo Chelsea aos holandeses do Vitesse, clube com o qual os londrinos têm uma parceria há já alguns anos.

Numa altura em que se fala de uma possível saída de Courtois para o Real Madrid, os adeptos londrinos esperavam talvez uma contratação mais sonante para a baliza blue, com a chegada de Robert Green a surpreender toda a gente e as reações da Internet a não se fazerem esperar.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

Também no Twitter, Robert Green deixou uma mensagem onde revela o que está sentir e agradece o apoio recebido. “Têm sido uns dias loucos, mas estou incrivelmente entusiasmado por me ter juntado a um dos maiores clubes do futebol mundial. Ter esta oportunidade na fase da carreira em que me encontro é realmente algo especial e mal posso esperar por começar. Obrigado a todos pelo apoio”, escreveu o guardião inglês, que passou por Leeds, Queens Park Rangers, West Ham e Norwich, antes de chegar a Stamford Bridge.