Na sequência de uma briga entre dois rapazes, uma desordem juntou cerca de cem pessoas na Praia de Carcavelos esta quinta-feira à tarde. As autoridades responsáveis, Polícia de Oeiras e Cascais, tiveram de intervir, mas não foi feita nenhuma detenção.

Veja no vídeo um excerto dos momentos agitados que ali se viveram.

https://twitter.com/Rzxst/status/1025133995489681409

O subintendente da Polícia de Segurança Pública, Francisco Alves, disse em declarações à SIC que os confrontos terão começado quando um indivíduo pediu ajuda aos amigos na praia, depois de ter fugido de outro grupo que estaria atrás dele. O indivíduo tentou refugiar-se no bar da praia, tendo depois saltado do telhado do estabelecimento para pedir ajuda.

“A costa está toda patrulhada, mas face a este número de indivíduos em desordem, a equipa que aqui estava teve de pedir reforço para poder fazer uma intervenção em segurança”, acrescentou o subintendente da PSP.

Recorde-se que a 10 de julho de 2005 ocorreu o suposto “arrastão” — que mais tarde veio a ser provado como falso — que, supostamente, terá envolvido milhares de pessoas que invadiram esta mesma praia e levaram a cabo uma série de assaltos e agressões a banhistas desprevenidos. Este episódio ainda hoje é estudado como um exemplo de momentos em que a comunicação social falhou ao propagar uma alegada notícia falsa.

(título e artigo corrigidos às 15h20)