Onze companhias de cinco países apresentam em Alcobaça, de 4 a 7 de outubro, 26 espetáculos de marionetas, integrados no festival internacional que há mais de 20 anos invade a cidade.

O festival Marionetas na Cidade, organizado pela companhia S.A.Marionetas — Teatro & Bonecos, é “um dos eventos mais antigos dedicados à arte da marioneta” em Portugal e cumpre este ano a 21.ª edição em Alcobaça.

A iniciativa que a companhia considera mostrar “o melhor que se faz cá dentro e lá fora”, em termos de teatro de bonecos, conta nesta edição com a participação de 11 companhias de vários pontos de Portugal e de países como Espanha, França, Reino Unido e Grécia.

De Espanha, a companhia Cia Ele traz o seu mais recente trabalho, “Roulettes”, que gira à volta de Ramiro Ramirez, um velho homem com hábitos certos, que faz o seu passeio diário. Títeres Alakrán, também de Espanha, conta a história de um feirante de roupa, desesperado pelas parcas vendas, que se vê surpreendido pela aparição de um empresário de renome mundial, que lhe compra tudo.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

Noisy Oyster, do Reino Unido, mostra em Alcobaça “Plain Bob”, um espetáculo sem palavras, com mimica, música e efeitos sonoros.

“A cabana de Pépé” surge pela mão da Cinemarionnettes Compagnie Théâtres de Marionnettes, de França, para surpreender o público com “um pequeno teatro ambulante, que deambula entre a multidão, com uma estranho personagem”, divulgou a organização do festival.

Da Grécia o Bufos Puppet Theatre chega com “Rembetiko”, retratando um estilo musical surgido nos anos 20, através de músicos tradicionais e de imigrantes turcos.

Entre os portugueses destacam-se Companhia Marimbondo (Lousã), Jangada Teatro (Lousada), Folia Teatro com Marionetas (Lisboa), Era Uma Vez (Évora) e Marionetas da Feira (Santa Maria da Feira), que se juntam à companhia de Alcobaça que, ao longo do festival, tem procurado “descobrir artistas e projetos emergentes no panorama nacional”.

“Marcam presença nas ruas e nos palcos praticamente todas as estruturas profissionais deste país e muitas estrangeiras”, refere a S.A. Marionetas num comunicado de divulgação do festival, que arranca no dia 04 de outubro (quinta-feira), com espetáculos para as escolas, e que se prolonga até domingo, com as marionetas a subirem ao palco em praças, mercados e salas de teatro da cidade.

Depois de 20 edições realizadas, a companhia de Alcobaça considera que o trabalho que se comprometeu fazer, “ao longo de todos estes anos, foi feito”, ressalvando que, atualmente, “existem vários eventos de formato idêntico dedicados à arte da marioneta, espalhados pelo país”, em relação aos quais reclama “alguma culpa desta realidade”.

A Companhia promete para depois da 21.ª edição algumas novidades (ainda não divulgadas) no formato do festival organizado desde 1998, como o culminar de uma série de espetáculos realizados pela S.A. Marionetas ao longo desse ano, para comemorar o primeiro ano como estrutura profissional. Todos os espetáculos do festival “Marionetas na Cidade” são de entrada gratuita.