Rádio Observador

Imigração

Consulado português de São Paulo suspende receção de pedidos de nacionalidade

197

O consulado geral de Portugal na cidade de São Paulo, a maior do Brasil, suspendeu a receção de novos pedidos de reconhecimento de nacionalidade para brasileiros e luso-descendentes.

Autor
  • Agência Lusa

O consulado geral de Portugal na cidade de São Paulo, a maior do Brasil, suspendeu quinta-feira a receção de novos pedidos de reconhecimento de nacionalidade para brasileiros e luso-descendentes, devido à procura. A informação consta de um comunicado publicado no sítio do consulado na Internet, justificando a decisão com a forte procura e a necessidade de analisar com maior rapidez os processos em andamento.

“Por forma a evitar ainda maior lentidão na análise dos processos que já se encontram pendentes de tratamento por este posto consular e por outras autoridades portuguesas, o consulado geral vê-se forçado a suspender temporariamente a admissão de novos pedidos de nacionalidade – em São Paulo e no Escritório Consulado em Santos, igualmente sobrecarregado com solicitações”, refere o mesmo comunicado.

“Cientes dos inconvenientes decorrentes desta decisão, estamos certos que contaremos com a compreensão de todos os utentes e pedimos a gentileza de aguardar até ao próximo dia 2 de janeiro, data em que reabriremos no site as informações sobre os processos de nacionalidade”, acrescentou.

O consulado português em São Paulo informa ainda os requerentes que, por algum motivo não queiram aguardar, podem dar entrada nos seus pedidos diretamente na Conservatória dos Registos Centrais.

Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: observador@observador.pt
Imigração

Um desafio exaltante

Guilherme Valente

O grande desafio do nosso tempo é organizar uma política da emigração justa, viável, bem-recebida, aceitável pelos europeus. A Europa não conseguirá ser de facto o refúgio e o emprego do mundo.

Imigração

Eles são como nós?

Inês Pina

Uma adolescente vive na França onde os avós chegaram há 40 anos, fala francês, tem amigos franceses, nunca foi à Argélia, devemos dizer-lhe que não pertence à França e tem de voltar para a Argélia?

Brasil

Em nome do Brasil, peço desculpas /premium

Ruth Manus

Não, eu não elegi este governo. Mas o meu país o fez. Parte por acreditar na política do ódio, parte por ignorância, parte por ser vítima das tantas fake news produzidas ao longo do processo eleitoral

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)