Atualidade

Arsenal é a nova “arma” de Putin, em monovolume

Depois da berlina de luxo, o Aurus Senat, eis que surge o Arsenal, o monovolume destinado a transportar Putin e os seus membros da segurança. As vendas ao público arrancam em Janeiro.

Inicialmente foi o Senat, o primeiro veículo da nova gama de modelos de luxo criados pelos russos em forma de berlina, que parece uma cópia do Rolls-Royce e que Vladimir Putin já utiliza como veículo oficial. Agora, passadas semanas, eis que surge o Arsenal, um monovolume igualmente de dimensões generosas e de aspecto refinado, que para já é exclusivo das forças de segurança de apoio ao Presidente. E ainda falta o Komendat, com as três denominações herdadas de torres do Kremlin, para não haver dúvidas em relação à origem dos veículos.

View this post on Instagram

Попался! Случайно, на вскидку, только одна более-менее резкая фотка. На мой взгляд самый интересный автомобиль проекта "Кортеж" или ЕМП, микроавтобус Aurus Arsenal. Его не было на московском автосалоне и шейхам эту машину почему-то не предлагают, хотя ФСО вовсю пользуется пару бусов . Я бы на месте ВВП на нем катался, не надо пригибаться на заднем сиденье , как в Senatе Вот бы посмотреть, что и как внутри. P.S. когда снимал, дети с заднего сиденья спросили: "Папа, нас не оштрафуют за то, что ты снимаешь?". В общем-то семейный универсальчик наваливающий из под моста в поворот за 7 мин до школьного звонка, с чекнутым папашей, пытающимся что-то там сфоткать, наверно то ещё зрелище. Больше так не буду???? #ЕМП #кортеж #aurus #aurusarsenal #gatcha #cars #moscow #автоплюс #НАМИ #кремль #москва #аурус #bus #kremlin #newcar

A post shared by Pavel Fedorov (@vorodef) on

Se o Senat é o novo veículo oficial, em versão de carroçaria longa e obviamente blindada, o Arsenal é um monovolume que não lhe fica atrás, herdando a mesma plataforma, uma vez que estamos perante uma família de veículos, disponível com dois níveis de distância entre eixos. E o empenho do próprio Putin neste projecto é tal que foi mesmo ele a defender os méritos deste Arsenal junto do presidente egípcio Abdel Fattah el Sisi, durante a visita que recentemente efectuou a Moscovo.

O Arsenal foi visto em público nos arredores do Kremlin, apresenta dimensões generosas e visa ser uma alternativa aos furgões da Mercedes ou da Volswagen que até aqui eram utilizados, uma vez que não ficava bem ao líder russo fazer-se deslocar em monovolumes ou SUV americanos, por razões óbvias. Como partilha a mesma plataforma do Senat, utilizará igualmente a mesma mecânica, o que passa por montar à frente o motor a gasolina com 4,4 litros e oito cilindros em V, com assistência eléctrica, o que faz dele um híbrido. A potência de 606 cv passa depois por uma caixa automática de nove velocidades, antes de ser distribuída pelas quatro rodas. O objectivo é produzir 10.000 veículos por ano, com as vendas ao público de versões blindadas ou não a começarem já em Janeiro.

Pesquisa de carros novos

Filtre por marca, modelo, preço, potência e muitas outras caraterísticas, para encontrar o seu carro novo perfeito.

Pesquisa de carros novosExperimentar agora
Partilhe
Comente
Sugira
Proponha uma correção, sugira uma pista: alavrador@observador.pt

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

1
Registo
2
Pagamento
Sucesso

Detalhes da assinatura

Esta assinatura permite o acesso ilimitado a todos os artigos do Observador na Web e nas Apps. Os assinantes podem aceder aos artigos Premium utilizando até 3 dispositivos por utilizador.

Só mais um passo

Confirme a sua conta

Para completar o seu registo, confirme a sua conta clicando no link do email que acabámos de lhe enviar. (Pode fechar esta janela.)