Meghan Markle celebrou um “contrato pré-natal” com o seu primeiro marido, Trevor Engelson, no qual este se comprometia a pagar a um personal trainer e a um nutricionista para que Meghan recuperasse rapidamente a sua silhueta após a gravidez.

No artigo publicado pelo diário britânico Daily Mail, uma amiga próxima de Meghan conta que a agora duquesa de Sussex exigiu ao seu ex-marido que assinasse o contrato de gravidez, caso eles viessem a ter um filho, algo que não é assim tão invulgar em Los Angeles, onde Meghan Markle nasceu.

Neste tipo de contratos, costuma ser feita a distribuição de tarefas e responsabilidades entre o casal, mas não foi o caso de Meghan e do seu ex-marido: este acordo baseou-se na garantia de que Meghan recuperaria rapidamente a sua forma física depois da gravidez, tendo sido assinado em 2011 — dois anos depois do seu casamento.

Na altura, Meghan era uma atriz conhecida por participar na série “Suits” e não queria engordar. Foi neste contexto que a mulher do príncipe Harry pediu a Engelson que lhe pagasse um personal trainer e um nutricionista, sendo que a sua amiga assegura ainda ao Daily Mail que o casal discutiu a contratação de uma ama para cuidar desse eventual filho.

O palácio de Kensington anunciou a gravidez da duquesa de Sussex no passado dia 15 de outubro e em princípio será em março de 2019 que Meghan Markle e o príncipe Harry vão ser pais.