A Federação Nacional dos Sindicatos dos Enfermeiros (FENSE) cancelou a greve marcada para os dias 26, 27 e 28 na sequência de uma reunião com os Ministérios da Saúde e Finanças, avança o Correio da Manhã.

Os enfermeiros estiveram esta terça-feira em negociações com estas entidades para chegar a um acordo para poder cancelar a greve marcada a seguir ao Natal. “Vamos levantar a greve que tínhamos marcada para dia 26, 27 e 28 de dezembro”, disse à Lusa José Azevedo, presidente do Sindicato dos Enfermeiros e porta-voz da FENSE.

Sobre as negociações, José Azevedo disse apenas que “está tudo a correr normalmente em termos negociais”, remetendo mais explicações para uma conferência de imprensa que está marcada para quarta-feira. “As negociações continuam e temos a próxima reunião marcada para o dia 4 de janeiro”, frisou.

O anúncio da FENSE, que agrega o Sindicato dos Enfermeiros e o Sindicato Independente dos Profissionais de Enfermagem, surge após uma reunião com a Comissão Negociadora do Ministério da Saúde e das Finanças, que decorreu na Administração Central do Sistema de Saúde, em Lisboa.

Ao Observador, Carlos Ramalho, líder da SINDEPOR, Sindicato Democrático dos Enfermeiros de Portugal, afirmou que a “greve cirúrgica” convocada por esta entidade e pela Associação Sindical Portuguesa de Enfermeiros (ASPE), se vai manter, manifestando contentamento por o FENSE se juntar à luta de todos os enfermeiros.