A Federação Nacional dos Sindicatos dos Enfermeiros (FENSE) cancelou a greve marcada para os dias 26, 27 e 28 na sequência de uma reunião com os Ministérios da Saúde e Finanças, avança o Correio da Manhã.

Os enfermeiros estiveram esta terça-feira em negociações com estas entidades para chegar a um acordo para poder cancelar a greve marcada a seguir ao Natal. “Vamos levantar a greve que tínhamos marcada para dia 26, 27 e 28 de dezembro”, disse à Lusa José Azevedo, presidente do Sindicato dos Enfermeiros e porta-voz da FENSE.

Sindicatos pedem a enfermeiros que trabalhar na sexta-feira para atenuar efeitos da greve

Sobre as negociações, José Azevedo disse apenas que “está tudo a correr normalmente em termos negociais”, remetendo mais explicações para uma conferência de imprensa que está marcada para quarta-feira. “As negociações continuam e temos a próxima reunião marcada para o dia 4 de janeiro”, frisou.

O anúncio da FENSE, que agrega o Sindicato dos Enfermeiros e o Sindicato Independente dos Profissionais de Enfermagem, surge após uma reunião com a Comissão Negociadora do Ministério da Saúde e das Finanças, que decorreu na Administração Central do Sistema de Saúde, em Lisboa.

Greve dos enfermeiros. Planeada de forma cirúrgica para ser tremendamente eficaz

Ao Observador, Carlos Ramalho, líder da SINDEPOR, Sindicato Democrático dos Enfermeiros de Portugal, afirmou que a “greve cirúrgica” convocada por esta entidade e pela Associação Sindical Portuguesa de Enfermeiros (ASPE), se vai manter, manifestando contentamento por o FENSE se juntar à luta de todos os enfermeiros.