O fabricante automóvel Ford está a recolher 953 mil veículos em todo o mundo para substituir dispositivos dos airbags Takata que podem explodir e lançar estilhaços, segundo avança a agência noticiosa Associated Presse.

Esta operação inclui 782 mil veículos nos Estados Unidos e é tida como uma das maiores recolhas da história do país.

Segundo a agência, pelo menos 23 pessoas morreram devido aos dispositivos. No entanto, a Ford afirmou não ter conhecimento de qualquer tipo de ferimentos ocorrido no interior de veículos da marca.

A empresa de componentes automóvel Takata, cujos airbags estão em causa, usa nitrato de amoníaco para uma criar uma explosão e insuflar os airbags, mas com o tempo o conteúdo pode deteriorar-se e levar a uma explosão demasiado forte, que faz rebentar o mecanismo de proteção.