O novo simulador de pensões da Caixa Geral de Aposentações (CGA) registou a realização de 19 mil simulações na primeira semana de funcionamento, de acordo com os dados do Ministério do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social.

O simulador ficou disponível no dia 1 de fevereiro, sendo que “entre os dias 1 e 7 de fevereiro foram realizadas 19 mil simulações”, referiu à Lusa fonte oficial do ministério tutelado por Vieira da Silva.

Com esta nova ferramenta, cerca de 200 mil funcionários públicos que entraram na administração pública até ao dia 31 de agosto de 1993 podem simular o valor de pensão a que terão quando reunirem as condições para a reforma completa ou verificar o montante que recebem caso optem por uma saída antecipada ou por atrasar essa saída para além da idade legal.

Ao longo deste ano, o simulador passará a abranger todos os funcionários públicos sendo que, por enquanto, não está ainda disponível para os que estão nos regimes especiais (forças de segurança e militares), ingressaram a partir do dia 1 de setembro de 1993 ou para os que no passado tiveram um vínculo com a função pública, mas o cessaram em definitivo.

Para se poder utilizar o simulador é necessário estar registado na GCA Directa e aguardar que a palavra passe provisória (que deve ser substituída por uma outra à escolha do beneficiário) seja enviada pelo correio.