381kWh poupados com o Logótipo da MEO Energia Logótipo da MEO Energia
i

A opção Dark Mode permite-lhe poupar até 30% de bateria.

Reduza a sua pegada ecológica. Saiba mais

Logótipo da MEO Energia

Poupe na sua eletricidade com o MEO Energia. Simule aqui.

Morreu Luke Perry, ator de "Beverly Hills, 90210", vítima de um AVC

Este artigo tem mais de 2 anos

Luke Perry ficou conhecido por fazer de Dylan McKay na série televisiva "Beverly Hills, 90210", no início dos anos 90. O ator sofreu um AVC na semana passada e estava em coma induzido.

O ator ficou conhecido depois de interpretar Dylan McKay na série televisiva "Beverly Hills, 90210"
i

O ator ficou conhecido depois de interpretar Dylan McKay na série televisiva "Beverly Hills, 90210"

Getty Images

O ator ficou conhecido depois de interpretar Dylan McKay na série televisiva "Beverly Hills, 90210"

Getty Images

Tem acesso livre a todos os artigos do Observador por ser nosso assinante.

Morreu esta segunda-feira o ator Luke Perry, conhecido pela participação na série “Beverly Hills, 90210”, depois de sofrer um acidente vascular cerebral. A notícia foi avançada pelo TMZ, um site especializado em celebridades, e confirmada mais tarde pelo agente do ator. Perry, de 52 anos, morreu no hospital St.Joseph, em Los Angeles, rodeado da família e amigos mais próximos. O ator norte-americano estava em coma induzido desde a semana passada, dia 27 de fevereiro, quando sofreu um AVC.

Criado em Fredericktown, Estado de Ohio, Coy Luther Perry III sempre soube que queria seguir a carreira de ator. E tudo começou quando viu uma fotografia de Paul Newman colada no espelho da sua mãe. Depois de concluir o ensino secundário — onde dizia “ter aulas sobre partos de vacas e condução de tratores”–, Perry mudou-se para Los Angeles para entrar no mundo da representação. Mas, o caminho para o sucesso não foi fácil: antes de conseguir chegar ao mundo televisivo, participou e foi rejeitado em mais de 200 audições para conseguir algum papel. 

Depois disso, conseguiu participar na série da ABC, “Loving”, e nas séries “Spin City”, “Saturday Night Live”, “Will & Grace”, “Night Visions” e “Windfall”. Fez também dobragens para desenhos animados como “The Incredible Hulk” e “Biker Mice From Mars”.

PUB • CONTINUE A LER A SEGUIR

Foi no início dos anos 90 que Perry alcançou a ribalta, ao interpretar Dylan McKay na série televisiva “Beverly Hills, 90210”, naquele que se tornou no papel mais conhecido que interpretou. Dylan McKay era um jovem solitário, mal-humorado, que lutava contra o alcoolismo e um relacionamento fraturado com o seu pai. Contracenou ao lado de Jennie Garth, Ian Ziering, Brian Austin Green e Tori Spelling.

Segundo o The Wasghinton Post, a série abordava temas como o VIH, a violação e a gravidez na adolescência, mas era a beleza do ator que chamava à atenção das maiores fãs. Perry chegou a ser considerado pela revista People como o “maior quebra-corações da televisão”. A fama foi tanta, que chegou a ser visto como o novo James Dean, principalmente pelo seu estilo, ainda que não gostasse dessa comparação pela idade precoce com que o ator morreu.

Numa entrevista à United Press Internacional, em 2008, o Luke Perry chegou a falar de como a série tinha mudado a sua vida e de como lhe abriu portas no mundo da televisão: “Vou estar sempre ligado a ele [ao papel de Dylan McKay], mas não há problema. Eu criei o Dylan McKay. Ele é meu”. 

O ator chegou a fazer uma pausa de duas temporadas da série para se dedicar a projetos do grande ecrã, tais como “Buffy the Vampire Slayer” e “Lifebreath”, mas decidiu regressar a “Beverly Hills, 90210” até ao final da produção, em 2000.

(Veja na fotogaleria abaixo os atores que contracenaram com Luke Perry em “Beverly Hills, 90210”)

10 fotos

O ator fez ainda parte do elenco do “CSI:Cyber” e, mais recentemente, de “Riverdale”, uma série para adolescentes onde interpretava Fred Andrews, o pai da personagem principal Archie Andrews. No mesmo dia em que Perry sofreu o AVC, a FOX anunciou que vai fazer uma reedição de “Beverly Hills, 90210”, onde vai estar presente a maioria do elenco original. O ator não terá mostrado disponibilidade, tendo em conta que também tinha compromissos com a quarta temporada de “Riverdale”.

Luke Perry foi casado com Rachel Minnie Sharp entre 1993 e 2003, tendo dois filhos frutos dessa relação: Sophie e Jack, um lutador de wrestling conhecido pela alcunha “Jungle Boy” (em português, “Rapaz da Selva”). Perry chegou também a fazer uma participação especial nos “Simpson”, onde se interpretou a si mesmo no espetáculo do palhaço Krusty, e em 1997 interpretou Billy Masterson em “The Fifth Element”.

O trabalho do ator poderá ainda ser visto mais uma vez nos grandes ecrãs em julho deste ano, mês em que está marcada a estreia do filme sobre Charles Manson, “Once Upon a Time in Hollywood”, realizado por Quentin Tarantino

Entretanto, nas redes sociais, são várias as homenagens que começam a surgir para o ator. A atriz norte-americana Christine Elise McCarthy publicou uma fotografia no Instagram onde se diz “chocada e devastada” pela morte de Luke Perry. “Não tenho palavras além de dizer que ele era um verdadeiro cavalheiro”, acrescentou a atriz.

Também os produtores de “Riverdale” já reagiram através de um comunicado nas redes sociais. “O Luke era tudo o que poderiam esperar que ele fosse: um profissional incrível, carinhoso com um coração gigante e um verdadeiro amigo para nós todos”, escreveram os produtores, acrescentando que o ator era “uma figura paternal e mentor para todo o elenco mais novo”. 

Loja Observador Lifestyle

A página está a demorar muito tempo.