Dark Mode 150kWh poupados com o Asset 1
i

A opção Dark Mode permite-lhe poupar até 30% de bateria.

Reduza a sua pegada ecológica. Saiba mais

Logótipo da MEO Energia

Morreu Luke Perry, ator de "Beverly Hills, 90210", vítima de um AVC

Luke Perry ficou conhecido por fazer de Dylan McKay na série televisiva "Beverly Hills, 90210", no início dos anos 90. O ator sofreu um AVC na semana passada e estava em coma induzido.

i

O ator ficou conhecido depois de interpretar Dylan McKay na série televisiva "Beverly Hills, 90210"

Getty Images

O ator ficou conhecido depois de interpretar Dylan McKay na série televisiva "Beverly Hills, 90210"

Getty Images

Morreu esta segunda-feira o ator Luke Perry, conhecido pela participação na série “Beverly Hills, 90210”, depois de sofrer um acidente vascular cerebral. A notícia foi avançada pelo TMZ, um site especializado em celebridades, e confirmada mais tarde pelo agente do ator. Perry, de 52 anos, morreu no hospital St.Joseph, em Los Angeles, rodeado da família e amigos mais próximos. O ator norte-americano estava em coma induzido desde a semana passada, dia 27 de fevereiro, quando sofreu um AVC.

Criado em Fredericktown, Estado de Ohio, Coy Luther Perry III sempre soube que queria seguir a carreira de ator. E tudo começou quando viu uma fotografia de Paul Newman colada no espelho da sua mãe. Depois de concluir o ensino secundário — onde dizia “ter aulas sobre partos de vacas e condução de tratores”–, Perry mudou-se para Los Angeles para entrar no mundo da representação. Mas, o caminho para o sucesso não foi fácil: antes de conseguir chegar ao mundo televisivo, participou e foi rejeitado em mais de 200 audições para conseguir algum papel. 

Depois disso, conseguiu participar na série da ABC, “Loving”, e nas séries “Spin City”, “Saturday Night Live”, “Will & Grace”, “Night Visions” e “Windfall”. Fez também dobragens para desenhos animados como “The Incredible Hulk” e “Biker Mice From Mars”.

Foi no início dos anos 90 que Perry alcançou a ribalta, ao interpretar Dylan McKay na série televisiva “Beverly Hills, 90210”, naquele que se tornou no papel mais conhecido que interpretou. Dylan McKay era um jovem solitário, mal-humorado, que lutava contra o alcoolismo e um relacionamento fraturado com o seu pai. Contracenou ao lado de Jennie Garth, Ian Ziering, Brian Austin Green e Tori Spelling.

Segundo o The Wasghinton Post, a série abordava temas como o VIH, a violação e a gravidez na adolescência, mas era a beleza do ator que chamava à atenção das maiores fãs. Perry chegou a ser considerado pela revista People como o “maior quebra-corações da televisão”. A fama foi tanta, que chegou a ser visto como o novo James Dean, principalmente pelo seu estilo, ainda que não gostasse dessa comparação pela idade precoce com que o ator morreu.

Numa entrevista à United Press Internacional, em 2008, o Luke Perry chegou a falar de como a série tinha mudado a sua vida e de como lhe abriu portas no mundo da televisão: “Vou estar sempre ligado a ele [ao papel de Dylan McKay], mas não há problema. Eu criei o Dylan McKay. Ele é meu”. 

O ator chegou a fazer uma pausa de duas temporadas da série para se dedicar a projetos do grande ecrã, tais como “Buffy the Vampire Slayer” e “Lifebreath”, mas decidiu regressar a “Beverly Hills, 90210” até ao final da produção, em 2000.

(Veja na fotogaleria abaixo os atores que contracenaram com Luke Perry em “Beverly Hills, 90210”)

10 fotos

O ator fez ainda parte do elenco do “CSI:Cyber” e, mais recentemente, de “Riverdale”, uma série para adolescentes onde interpretava Fred Andrews, o pai da personagem principal Archie Andrews. No mesmo dia em que Perry sofreu o AVC, a FOX anunciou que vai fazer uma reedição de “Beverly Hills, 90210”, onde vai estar presente a maioria do elenco original. O ator não terá mostrado disponibilidade, tendo em conta que também tinha compromissos com a quarta temporada de “Riverdale”.

Luke Perry foi casado com Rachel Minnie Sharp entre 1993 e 2003, tendo dois filhos frutos dessa relação: Sophie e Jack, um lutador de wrestling conhecido pela alcunha “Jungle Boy” (em português, “Rapaz da Selva”). Perry chegou também a fazer uma participação especial nos “Simpson”, onde se interpretou a si mesmo no espetáculo do palhaço Krusty, e em 1997 interpretou Billy Masterson em “The Fifth Element”.

O trabalho do ator poderá ainda ser visto mais uma vez nos grandes ecrãs em julho deste ano, mês em que está marcada a estreia do filme sobre Charles Manson, “Once Upon a Time in Hollywood”, realizado por Quentin Tarantino

Entretanto, nas redes sociais, são várias as homenagens que começam a surgir para o ator. A atriz norte-americana Christine Elise McCarthy publicou uma fotografia no Instagram onde se diz “chocada e devastada” pela morte de Luke Perry. “Não tenho palavras além de dizer que ele era um verdadeiro cavalheiro”, acrescentou a atriz.

Também os produtores de “Riverdale” já reagiram através de um comunicado nas redes sociais. “O Luke era tudo o que poderiam esperar que ele fosse: um profissional incrível, carinhoso com um coração gigante e um verdadeiro amigo para nós todos”, escreveram os produtores, acrescentando que o ator era “uma figura paternal e mentor para todo o elenco mais novo”. 

Recomendamos

A página está a demorar muito tempo.