O Desportivo de Chaves passou este domingo a depender de si próprio para garantir a manutenção na I Liga portuguesa de futebol, ao vencer em casa o Nacional, por 4-1, em jogo da 31.ª jornada. Também o Marítimo ficou mais perto da manutenção ao vencer na receção ao Tondela por 2-0, em jogo da 31.ª jornada da I Liga portuguesa de futebol.

Pelo Marítimo, foram Edgar Costa, aos 33 minutos, e o argentino Jorge Correa, aos 83, a marcar os golos da formação madeirense, que subiu ao 12.º lugar, com os mesmos 36 pontos. O Tondela permanece na 15.ª posição, a primeira acima da zona de despromoção, com 31 pontos.

Já a derrota do Nacional foi ditada por William, com um ‘hat-trick’, aos 10, 22 e 86 minutos, o último de grande penalidade, e por Luther Singh, que marcou aos 64. João Camacho, aos 19, também de penálti, fez o tento dos insulares. O Desportivo de Chaves mantém-se no 16.º posto, primeiro em zona de despromoção, mas agora com 31 pontos, os mesmos do Tondela, que defronta os transmontanos na última ronda.

O Nacional é 17.º e penúltimo, com 27.