A Corticeira Amorim registou lucros de 18,6 milhões de euros no primeiro trimestre deste ano, uma redução de 1,1% face ao mesmo período de 2018, divulgou esta quarta-feira a empresa.

Em comunicado enviado à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM), a Corticeira Amorim adianta que a redução em 1,1% no resultado líquido “é menos significativa do que se poderia antecipar”, tendo em conta o contexto de redução do EBITDA (resultados antes de impostos, juros, amortizações e depreciações), em resultado do aumento do preço de consumo da cortiça e da “performance negativa” da Unidade de Negócios Revestimentos, cujas vendas caíram 2,6% em termos homólogos.

Segundo a empresa com sede em Mozelos, Santa Maria da Feira, as vendas do primeiro trimestre de 2019 ascenderam a 202,3 milhões de euros, uma subida de 9,2% face ao mesmo período do ano passado, sendo que este aumento “não inclui nenhum efeito de variação de perímetro”.