Portugal realiza na quarta-feira uma oferta de troca de Obrigações do Tesouro que permitirá prolongar para 2026 e 2028 dívida em circulação com maturidade em 2020 e 2021, foi anunciado nesta terça-feira.

A Agência de Gestão da Tesouraria e da Dívida Pública (IGCP) informou que nesta operação compra Obrigações do Tesouro com maturidade em 15 de junho de 2020 e 15 de abril de 2021 e vende Obrigações com maturidade em 21 de julho de 2026 e em 17 de outubro de 2028.

No programa de financiamento para 2019, o IGCP já tinha referido a intenção de explorar “oportunidades para realizar operações de troca e recompras de títulos”.

As necessidades de financiamento líquidas do Estado para este ano deverão situar-se em cerca de 8,6 mil milhões de euros, anunciou em janeiro a instituição liderada por Cristina Casalinho.