Cristiano Ronaldo concedeu uma entrevista a Piers Morgan, apresentador do mediático programa “Good Morning Britain”, onde recordou o pai, não aguentando as lágrimas ao ver imagens inéditas de Dinis Aveiro, falecido em setembro de 2005.

“Nunca tinha visto antes este vídeo… Nunca… Preciso destas imagens para mostrar à minha família”, atirou de forma emocionada num dos excertos já conhecido da entrevista que passará na íntegra esta terça-feira à noite.

“Não conheço o meu pai a 100%. Era alcoólico. Nunca tive uma relação normal, foi difícil… A minha tristeza é ser o número um e ele não ver nada. Ele não me vê a receber os prémios, não vê como cheguei longe. A minha mãe, os meus irmãos, até o meu filho mais velho, todos eles veem, mas o meu pai não vê nada”, acrescentou a esse propósito.

https://twitter.com/GMB/status/1173471601716842496

Num outro excerto entretanto divulgado, o avançado português fala também da acusação de violação. “Quando brincam com a tua dignidade é difícil, tens namorada, família, filhos… Quando brincam com a tua honestidade é mau. Lembro-me de um dia em que estava na sala com a minha namorada a ver as notícias e eles diziam ‘Cristiano Ronaldo isto e aquilo”… Ouvi os meus filhos a descerem as escadas e mudei o canal porque estava envergonhado. Senti-me envergonhado. Apenas mudei o canal para o Cristianinho não ver que falam coisas más sobre o pai dele. Fez-me sentir muito mal, para ser honesto”, comentou.

Em atualização