A 6 de novembro, um autocarro típico do Reino Unido vai percorrer as ruas lisboetas para ouvir e descobrir as melhores startups que vão estar presentes na Web Summit. Tudo porque o governo britânico está à procura de empresas de base tecnológica inovadoras para integrarem o programa de aceleração Global Enterpreneur Programme (GEP) e está disposto a ouvi-las dentro de um autocarro vermelho de dois andares estacionado em Lisboa.

As inscrições para este programa estão abertas até 21 de outubro e são feitas através de um formulário online. Os empreendedores que forem selecionados terão de fazer um pitch do seu projeto a um painel composto por mentores do programa, como Shalini Khemka, presidente executiva da associação de empreendedorismo E2Exchange e uma das oradoras convidadas pela Web Summit.

As empresas que vencerem o desafio vão ser apoiadas através do GEP no Reino Unido, que nos últimos seis anos apoiou cinco projetos portugueses, incluindo a Adapttech, uma startup portuguesa que desenvolveu uma ferramenta para melhorar o processo de adaptação de próteses.

Desde 2010 que já ajudámos a captar mais de mil milhões de euros de investimento para as centenas de projetos que participaram no programa. Estes resultados são fruto da estreita cooperação entre os empreendedores que acolhemos e os nossos experientes Dealmakers”, referiu João Sebastião, diretor do Department for International Trade na Embaixada do Reino Unido em Lisboa, citado em comunicado.

João Sebastião acrescenta ainda que esta, além de ser uma call europeia, “é uma oportunidade única para os empreendedores nacionais”, uma vez que a iniciativa decorre em Portugal, “um dos ecossistemas de startups mais vibrantes da Europa”.