Um surto de sarna no Hospital de Santa Luzia, em Elvas (Portalegre), atingiu três enfermeiros e seis assistentes operacionais, disse esta quinta-feira à agência Lusa uma responsável hospitalar, assegurando que a situação “está controlada”.

“Existe um foco alegadamente de escabiose (doença vulgarmente designada por sarna), que atingiu nove profissionais, três enfermeiros e seis assistentes operacionais”, indicou Vera Escoto, diretora clínica da Unidade Local de Saúde do Norte Alentejano (ULSNA), de que faz parte o hospital de Elvas.

De acordo com a responsável, o foco identificado na quarta-feira na ala direita do serviço de medicina do hospital raiano “está controlado” e a ser “monitorizado” por parte dos serviços de saúde. “Imediatamente, ontem [quarta-feira], já estavam a ser tomadas as medidas adequadas em relação aos profissionais”, sublinhou.

Segundo Vera Escoto, o foco teve origem num doente que tinha escabiose e que, entretanto, já teve alta hospitalar. “Por se tratar de um problema de saúde pública, a Autoridade de Saúde Pública de Portalegre foi notificada”, referiu.