Um empate em Madrid e uma derrota em Londres não davam grande margem ao Real Madrid em 2017: o segundo lugar na fase de grupos da Liga dos Campeões, atrás do Tottenham, tornava-se uma inevitabilidade. Também lá estavam nesse pote de não cabeças de série equipas como o Bayern, a Juventus e o Chelsea mas havia um “tubarão” no lago dos pequenos (ou menos grandes) que todos pretendiam evitar. Agora, o cenário repete-se.

Nessa temporada, Ronaldo e companhia começaram por eliminar o PSG com duas vitórias em Madrid (3-1) e em Paris (2-1), seguindo-se um eletrizante duelo com a Juventus que o Real ganhou por 3-0 em Turim com o famoso pontapé de bicicleta do português antes de uma derrota por 3-1 no Santiago Bernabéu com um penálti de CR7 no oitavo minuto de descontos a evitar o escândalo. Nas meias, o Real ganhou em Munique por 2-1 e empatou a segunda mão em casa a dois, vencendo depois a final com o Liverpool por 3-1 que valeu o tricampeonato europeu ao conjunto comandado por Zinedine Zidane, que fechou aí um ciclo com chave de ouro.

Esse será um dos pontos mais interessantes de seguir no sorteio dos oitavos da Champions, com o Real Madrid a poder defrontar cinco adversários de peso: Bayern, Manchester City, Juventus, Liverpool ou RB Leipzig (o PSG esteve no mesmo grupo, Barcelona e Valencia não podem por serem também espanhóis). Na mesma posição está José Mourinho com o seu Tottenham, fugindo a Bayern, Tottenham e Manchester City mas nem muito por onde escolher. Aliás, no plano meramente teórico, existem mais adversários “desejáveis” no pote 1 para as equipas no pote 2 (RB Leipzig e Valencia) do que ao contrário (Atalanta é o clube com menos “peso”).

Assim, a distribuição para o sorteio de segunda-feira ficará ordenada da seguinte forma:

  • Cabeças de série: PSG (França), Bayern, RB Leipzig (Alemanha), Manchester City, Liverpool (Inglaterra), Juventus (Itália), Barcelona, Valencia (Espanha)
  • Não cabeças de série: Real Madrid, Atl. Madrid (Espanha), Tottenham, Chelsea (Inglaterra), Nápoles, Atalanta (Itália), B. Dortmund (Alemanha) e Lyon (França)

A classificação final dos oito grupos da Liga dos Campeões de 2019/20 (que apurou apenas equipas do top 5 das ligas europeias, sem margem para surpresas) foi a seguinte:

Grupo A
PSG, 16 pontos (Champions)
Real Madrid, 11 pontos (Champions)
Club Brugge, 3 pontos (Liga Europa)
Galatasaray, 2 pontos

Grupo B
Bayern, 18 pontos (Champions)
Tottenham, 10 pontos (Champions)
Olympiacos, 4 pontos (Liga Europa)
Estrela Vermelha, 3 pontos

Grupo C
Manchester City, 14 pontos (Champions)
Atalanta, 7 pontos (Champions)
Shakhtar Donetsk, 6 pontos (Liga Europa)
Dínamo Zagreb, 5 pontos

Grupo D
Juventus, 16 pontos (Champions)
Atl. Madrid, 10 pontos (Champions)
Bayer Leverkusen, 6 pontos (Liga Europa)
Lokomotiv Moscovo, 3 pontos

Grupo E
Liverpool, 13 pontos (Champions)
Nápoles, 12 pontos (Champions)
Salzburgo, 7 pontos (Liga Europa)
Genk, 1 ponto

Grupo F
Barcelona, 14 pontos (Champions)
B. Dortmund, 10 pontos (Champions)
Inter, 7 pontos (Liga Europa)
Slavia Praga, 2 pontos

Grupo G
RB Leipzig, 11 pontos (Champions)
Lyon, 8 pontos (Champions)
Benfica, 7 pontos (Liga Europa)
Zenit, 1 ponto

Grupo H
Valencia, 11 pontos (Champions)
Chelsea, 11 pontos (Champions)
Ajax, 10 pontos (Liga Europa)
Lille, 1 ponto